quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

“O CONGRESSO NÃO É OBRIGADO A OUVIR O POVO" (Rodrigo Maia)

"O CONGRESSO NÃO TEM QUÊ OUVIR O POVO" (Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados). Depois de ler essa estúpida, estapafúrdia e talvez impensada declaração que circulou pela rede social de zap, me pergunto: se não serve para ouvir o povo, se o povo seria apenas um “cartório”, para que serviria então os gastos inúteis com mais de 500 parlamentares? Qual seria a função do mais caro Congresso do mundo, que ainda usa a imunidade extra cargo para fazer conchavos explícitos e votar em bloco, fechar questão?

Seria só para usar os paletós e praticar corrupção sem consultar o povo? Tem alguma coisa errada nessa infeliz declaração de Rodrigo Maia. Não seria obrigado a ouvir o povo, é verdade, mas para filtrar a vontade do povo, deveria servir e fiscalizar o que diz, promete em campanha, todo político, não  cumprido quase nada depois de eleito. O povo não seriava só de vaso sanitário e  para caber tanta podridão? Ainda bem que suas excelências corruptas não devem ouvir o que o povo pede, transparência, ética e moral política que todo homem público deveria ter, mas infelizmente poucos possuem isso!

Como disse Lima Barreto, "o Brasil tem povo, apenas público. O povo luta por seus direitos, o público só assiste de camarote" ou como disse o presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, "nós, os cidadãos, somos os legítimos senhores do Congresso e dos tribunais, não para derrubar a Constituição,  mas para derrubar os homens que a pervertem a Constituição". 

Para o que serve o Congresso Nacional existe, se não for para ouvir e filtrar os legítimos clamores do povo? Seria só para ser transformado em moeda de troca, como disse o general Mourão e por isso perdeu seu cargo no Exército? Ele não errou em nada. Ê isso mesmo! O parlamento do Brasil está atolado de corrupção. Ela nem acaba e nem fica pouca. Quanto mais se investiga na "Lava Jato" mais fede! Brasília parece uma ilha da fantasia, como diz o médico dermatologista Simão Arão Pecher ou seria apenas uma ilha, cercada de corrupção por todos os lados? Para transformar o Congresso Nacional em um circo, só falta mesmo cobri-lo com lona e enchê-lo com mais Everardo, o "Tiririca", o único deputado federal eleito por SÓ, que assume que veio do circo! A frase completa do deputado Rodrigo Maia, foi "o Congresso não é obrigado a ouvir o povo. Isto aqui não é como um cartório, onde a gente carimba o que o povo está pedindo"Ainda bem que não é. O Cartório pelo menos  é mais útil do que o Congresso.. Serve ao menos para contrariar a Lei 83.936,  (Lei da Desburocratização), ainda em vigor e fazendo muita falta na  inútil burocracia do Estado, criada por Maz Weber. 

Entendo que o Congresso se não sirva para ouvir o povo e que também não seja "cartório, onde a gente carimba o que o povo está pedindo", mas também não serve para abrigar deputados federais que prometem uma coisa nos Estados de origem, mas agem como querem depois de eleitos! 

Com que cara os deputados retornarão aos Estados para pedir votos em suas bases? Só se for com rosto coberto por armadura ou cheios de "óleo de peroba"! Então para que serviria, afinal, o Congresso Nacional? 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

OS FILÓSOFOS ESTÃO CERTOS!

Os filósofos estão certos. 

O tempo muda tudo: ética, cidadania, política, conceitos morais, estruturas sociais etc... Nada se repete, mesmo que os dias, o tempo e as horas venham parecer sempre iguais. Não se engane. Nunca serão!

Talvez por isso, um professor que conheci continua solteiro aos quase 50 anos. Ao se relacionar com uma nova namorada, pedia para conhecer a mãe também!  Tinha uma ideia fixa sobre isso: "terminava" se a mãe fosse gorda! A namorada dele hoje, seria igual à sogra amanhã!  Talvez estivesse certo.

O tempo muda tudo: dá mais caráter aos que já os têm e torna sábios os que querem aprender com seus próprios erros. Os erros que se cometi na vida ensinam-me mais do que os acertos, que rendem aplausos apenas.

Os filósofos estão certos. Ninguém é mais ou menos igual a ninguém. Todos têm uma personalidade própria. Use a sua própria.  Não procure encontrar uma pessoa perfeita. Ela não existirá:  com tempo, algum defeito aparecerá, se tornará visível e poderá complicar as expectativas que possa esperar de uma pessoa. 

Assim como não se banha duas vezes na água de um mesmo rio, também será   a política atual no Brasil: ninguém roubará o que já não tem mais para ser roubado no país dos políticos federais corruptos! Brasília parece uma ilha: cercada de paletós corruptos por todos os lados. Dentro deles, habitam candidatos imunes, mas poderia ser também imoral. Acho que roubaram também até o tempo! Enganado porque estava embrulhado em um papel em que se lia: FUNDEB. Ele não voltará mais a ser como fora um dia! Os filósofos estão certos.

Dê um mandato a um deputado federal e ele se revelará naturalmente, sem precisar você pedir. Prometerão uma coisa e farão outra em seu nome, como "fechar questão" "votar em bloco" para reformar a Previdência Social, que não precisa ser reformada. Ainda com orçamento superavitário! 

Os filósofos estão certos. Triste de quem não acredita que estejam. "Quem tem o saber se detém o Poder" e se mantém nele. "O governo será dos filósofos"  


Os filósofos estão mais do que certos!

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

POEMA PARA UM POETA! Carlos Urtiga



O porta que em ti habita
Não tem tempo
Só manifestação.
Por ser imortal, vive de flores, frutos, canções.
Por ser pensamentos,
Embala de frente versos, livros, composições,
Que de Costa  chama...Carlos.
O poeta!

IMUNIDADE PELO VOTO?

Enquanto espera para que o juiz federal Sérgio Moro decrete sua prisão por condenação no caso do "Tríplex de Guarjá", o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Mdisse no que "o Rio de Janeiro não merece que governadores eleitos democraticamente estejam presos porque roubaram dinheiro público." Ex-presidente Lula, desconheço essa inversão jurídica. Voto só gera imunidade durante o exercício do cargo! Não há perenidade para quem é eleito democraticamente pelo voto das urnas!

Será que o ex-presidente Lula estaria desejando ressuscitar o ex-prefeito de SP, Adhemar de Barros que declarava “eu roubo, mas faço” e implantar outra ridícula filosofia do   “eu roubo, mas fiz. Mas como fui eleito por voto democrático, não posso ser preso, nem antes e nem depois do fim do meu mandato”!  Só pode ser! Mas o Brasil está mudando. Poderá mudar mais ainda, dependendo da limpeza moral que deverá ser feita pelos eleitores em 2018!

Com três ex-governadores, três ex-presidentes da Alerj presos e o ex-governador Sérgio Cabral, condenado e cumprindo pena a mais de um ano, como o ex-presidente da República vai fazer uma declaração tão absurda dessas para uma plateia que o aplaudia? Como, me expliquem por favor! Imunidade só existe enquanto cumpre o mandato. Fora dele, todos voltam a ser iguais perante a Lei.

Mas parece que Lula não ajudou a elaborar a “Constituição Cidadã” como deputado federal que era por ISP! Incrível! A declaração de Lula, em vídeo e depois só a frase, se espalhou pelo Brasil que nem rastilho de pólvora, pela rede social de zap! Seria um desafio à moralidade em meio ao caos político, ético e moral da sociedade brasileira? A declaração talvez estapafúrdia de Lula, também seria a total inversão de valores que chegou a tal ponto de o general Mourão ser destituído da função que exercia no Exército e poderá ser preso, só por ter denunciado a esculhambação política, com troca de votos por cargo, o que o Brasil inteiro já sabia? Quem se deu bem nesse cenário de incertezas ética, moral e política foi o deputado federal, Carlos Marum, que foi nomeado Ministro de Articulação Política no lugar de Antônio Imbassay, que pediu exoneração do cargo,

Marum cantou e dançou a música, "tudo está no seu lugar, graças a DEUS” depois de ajudar com seu voto na Câmara dos Deputados, a derrubar o segundo pedido do ex-procurador Rodrigo Janot para que o STF investigasse o presidente Michel Temer por formação de quadrilha e outros crimes, na denúncia dos irmãos Batista, da JBS, teria gerado farpas entre o parlamentar e o compositor e cantor Benito de Paula! Carlos Marun, era o vice-presidente de Eduardo Cunha, na Câmara dos Deputados, mas votou contra ele, quando perdeu o mandato, a imunidade e foi preso e condenado por corrupção, pela “Operação Lava Jato”. Sinceramente, espero que o mesmo não se repita de novo.


Parece piada, mas não é!

domingo, 10 de dezembro de 2017

QUANDO ME TORNAR SAUDADE (POEMA)



https://www.youtube.com/watch?v=RGDUrKykobM&feature=youtu.be



Quando me tornar saudade,
Não chorem por mim!
E não me procurem no cemitério
Continuarei  em cada um, em forma de lembranças
(ou em forma de saudade!)
Nas estrelas no céu, do sol, de vento, das nuvens, enfim...estarei sempre!
Nas asas dos periquitos que morreram e voltaram para cantar,
Porém, não estarei no cemitério!
Sonhando com os anjos e vendo a lua mais bela
Admirado pela última vez as estrelas!
Talvez,  quando me tornar saudade,
Os amigos só encontrarão talvez flores murchas
(que algum amigo mais querido enviar, desavisadamente)
Mas não estarei lá!

Estarei em todos os lugares que você quiser que eu esteja!

O CHORO TRISTE DA FLORESTA AMAZÔNICA!


LINK DO YOU TUBE  POSTADO: https://www.youtube.com/watch?v=8tMRtgJXtvc




Horas há em que a Floresta Amazônica chora, inundando os Rios Negro e Solimões que, sem pedir licença, invadem as ruas das cidades. É um protesto silencioso, um pedido de socorro talvez, só para ver se alguém escuta o soluço copioso brotando das entranhas da floresta saindo das raízes e das copas de suas árvores,  em forma de fumaça também. Se nada for feito para socorrer seu lamento triste, estará próximo seu desaparecimento e será horrível para seus habitantes.

Horas há que ao contrário de chorar copiosamente, manda o sol inclemente sugar suas lágrimas, deixando à mostra apenas uma terra nua e seca, por onde antes deslizavam suavemente os  frondosos leitos dos Rios Negro e Solimões, como pedindo socorro contra os incautos e gananciosos exploradores, irresponsáveis e insensíveis também!

Ah, minha floresta, o que estão fazendo com você? Poderiam muito  bem explorá-la  em suas riquezas sem destruí-la em sua pujança de biodiversidade mas, ao contrário,  preferem destruí-la para depois chorar sobre “leite  de seu látex derramado” ou “sobre o roubo realizado” desde o século XIX quando um “botânico” passou por aqui, entrou em suas entranhas e roubou de suas mães,  suas filhas, as sementes de seringueiras e as deu de presente ao Rei da Inglaterra, que mandou plantá-las na Malásia e tornou um caos a economia do Amazonas!
 Ah, minha floresta, tão subtraída, tão desprezada, tão maltratada, embora como uma mãe zelosa, sempre acolhe a todos que lhe desejam conhecer e conhecendo-a, exploram-na de forma criminosa, irracional e também irresponsável! Como sangue de cores do pau-rosa em toras levado para a França para fixar perfumes e cores negras de suas queimadas, as lágrimas da floresta parecem que são invisíveis aos administradores públicos.
Ah, minha floresta! As outroras águas preocupantes que banham as cidades causando preocupações, estados de calamidade pública e muito dinheiro gasto para a limpeza do lixo deixado pelos homens, ou quando a floresta chora ou também quando secam devido ao sol enxugar suas lágrimas pela parceria da floresta com o Rei, é apenas o resultado de sua progressiva destruição lento, gradativa, mas de forma constante.

Quando as águas dos Rios Negro e Solimões despejaram suas revoltas impiedosas nas cidades do interior e depois secarem completamente e só deixando aparecer os dentes de peixe em suas terras nuas e as vértebras e esqueletos que nos alimentava com fatura mas que agora são jogados no lixo todo o excedente, foi apenas a forma de protestar que a Floresta Amazônica encontrou, se defendendo  das agressões que vem sofrendo, com muito lixo jogado em suas veias que não transportam vida; apenas, morte em forma de lixo, muito lixo, mas parece que ninguém entende o seu pedido de ajuda desesperado.

Ah, quem escutará um dia minha floresta amazônica em seu canto triste e penoso, sem ser um canto belo de sereia, que encanta os náufragos? Não sei! Não sei!

Ah, minha floresta, até quando....?


CRÉDITOS
Texto: Carlos Costa
Formatação: Sonia Biasus
(http://soniabiasus.blogspot.com.br)

A ORQUESTRA ....! (Dr. Carlos Urtiga, médico)


Rasgando
A madrugada quente e abafada de Manaus,
Ouvi o canto da orquestra de periquitos
(Ela era desafinada:
Dois anos depois nada revelaram sobre as as mortes de seus irmãos)
O som da orquestra
Era abafado pelo miado de um gato, que também se ouvia!
Mas se recusou a parar mesmo desafinada:
Mesmo infelizes
Todos estejamos destruindo seus habitats naturais
Continuam seus sábios ensinamentos de AMOR!!