terça-feira, 27 de junho de 2017

TUDO MUITO ESTRANHO!!!


Tudo muito estranho: começando pelo  encontro de Joesley Batista, no Palácio do Jaburu, com o presidente Temer e todos os desdobramentos que ocorreram depois disso.

Mas pode existir, outro desfecho para o imbróglio em que o presidente se meteu indicando seu “homem de confiança para o negócio com a JBS. Ele Michel Temer poderá usar as melhoras econômicas visíveis no Brasil para "barrar" a abertura de processo contra ele, denunciado pela Procuradoria Geral da República.

Rodrigo da Rocha Loures, suplente de deputado federal e agora preso como o homem da mala preta com 500 reais de propina como se fosse um empréstimo para o senador Aécio Neves, foi parar conta do senador Zezé Perrela, mas seria destinada a denúncia da PGR para Michel Temer.

Está muito estranho todo o processo, além das muitas versões que existem em torno do assunto. Estranho ou não, o presidente Michel Temer que tramou a queda da presidente Dilma Rousseff, que não fazia um bom governo e passou a chamar de "golpe" em cada manifestação em que se fazia presente. 

Jones Martins, deputado federal, pode ser o relator da ação e aí será um Deus nos acuda em plenário.  Muitos investigados pela Lava Jato votarão a favor de Michel Temer e ele conta ainda com a substituição por outros dos "não confiáveis" para a derrubada do pedido de abertura feito pelo STF. 

Em voto aberto, poderia ser diferente o resultado porque os eleitores saberiam quem teria votado a favor de Michel Temer e se posicionarem em seus Estados, na hora do voto!

Só quero saber se vai continuar valendo para ele também, a declaração feita por Michel Temer sobre os integrantes de seu Ministério envolvidos na operação Lava Jato ou se só continuará valendo só para seus Ministros que forem denunciados na Lava Jato que se fossem condenados seriam exonerados sumariamente de seus cargos, ou não?


UM ABSURDO: ALE/AM, NÃO CUMPRE RESOLUÇÕES 303 E 304 DO CONTRAN


Como se explica uma casa que produz Leis não as cumpre? Na ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAZONAS, isso ocorre com relação às Resoluções 303/304! Um absurdo que não se explica e nem se justifica!

Na Casa Militar, onde estive  para fazer uma denúncia sobre a falta de uso de Cartões Prioritários nos painéis dos automóveis, sai mais chateado ainda quando um capitão cujo nome não recordo embora tenha olhado para sua identificação no peito porque ele me contou o seguinte:

1. AINDA NÃO EXISTE CONVÊNIO ENTRE A ALE/AM E A MANAUSTRANS, que emite os cartões;

2 - O CAPITÃO ME DISSE TAMBÉM QUE NÃO PODE PROIBIR NENHUM IDOSO DE ESTACIONAR SEM CARTÃO PORQUE NAO EXISTE A FRASE "USO OBRIGATÓRIO DO CARTAO". Existem para quê e servem para o quê as vagas demarcadas por benevolência da ALE/AM!

Já que tem estacionamento demarcado para idoso, deveria ter igualmente um só PARA APOSENTADOS DA ALE/AM, QUE ESTARIA CONTRÁRIO ÀS NORMAS PREVISTAS NAS RESOLUÇÕES 303 e 304 PORQUE INDIVIAUALIZARIA O QUE SERIA COLETIVO!.

3 -AS RESOLUÇÕES 303/304 seria uma concessão que a ALE/A fazia para seus ex-funcionários aposentados. O capitão tem razão! Não existia a frase "USO OBRIGATÓRIO DO CARTÃO" como determinam as Resoluções 303 e 304 do Contran!

3 - COMO FALAVA ALTERADO, EXIGINDO UM DIREITOO QUEPENSAVA QUE TINHA COMO CIDADÃO QUE PORTAVA O CARTÃO, FUI COLOCADO PARA FORA POR OUTRO IDOSO DE PALETÓ E GRAVATA (não  identificado por mim);

Pergunto: COMO UMA CASA DE LEIS NÃO TEM CONVÊNIO PARA FAZER CUMPRIR AS RESOLUÇÕES 303/304?

O CAPITÃO QUE ME ATENDEU, POR FIM, PERGUNTOU SE ERA VISITANTE E RESPONDI QUE ERA, MAS TINHA ENTRADO COM MINHA ESPOSA YARA QUEIROZ.

"Está errada a sua entrada na Casa"

Respondi que “teria feito minha identificação na portaria casos alguém tivesse me cobrado”.

Acho que o Capitão era Davi ou algo parecido. Eram dois nomes, que não gravei embora o tivesse cumprimentado pelo nome de guerra que orgulhosamente ostentava no peito.

ACORDO PARA FAZER CUMPRIR ACORDO!!

Nunca vi fazer acordo para fazer cumprir acordo já feito! O presidente Jivancy Oliveira, disse que a greve seria por "tempo indeterminado", mas voltou atrás porque era a condição para que o prefeito de Manaus, Artur Neto o recebesse com a sua diretoria para fazer um novo acordo. E os acordos anteriores não, inclusive o feito ao prefeito em exercício Marcos Rota, não valeram? Ele garantira que não "haveria mais greve"!

Quantos acordos e promessas ainda terão que ser feitos e não respeitados? Nem a decisão da Justiça do Trabalho foi cumprido. A sede do sindicato dos Rodoviários foi penhorada na presidência de Juracy Navegante.  Não sei o que aconteceu com as multas aplicadas à categoria por greves anteriores e a penhora da sede. Ea divida existia com o INSS? Nao sei também! O Sindicato descontava dos trabalhadores e  não recolhia aos cofres da Previdência Social. Também  não o sei o que ocorreu com essa dívida: podem ter pedido REFIS, mas não sei! A única coisa que tenho certeza é que a sede nunca foi levada à penhora em razão das multas!

Ah! Saudades do companheiro Juracy Campelo Navegante, a quem dedico essa ccrônica . Na época em que presidiu o Sindicato ele também era membro do CONSELHO REGIONAL NORTE DO SEST/SENAT e comparecia a todas as reuniões!

As reuniões eram presididas pelo administrador empresário Francisco Saldanha Bezerra, que emprestou seu nome para a Unidade, com a ideia sendo proposta por mim que secretariada as reuniões e proposta pelo Conselheiro Washington, do município paraense de Santarém e aprovada por unanimidade, inclusive com votos do Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários que fez um discurso elogiando as qualidades do empresário homenageado e do presidente da Federação dos empresários de Cargas - Fetramaz –Irani Berbolini  que elogiou também as capacidades e qualidades do homenageado
 Foi a primeira unidade da Região Norte a receber um nome. Outras foram inauguradas depois na Região Norte, sempre homenageando sempre sem um empresário de Transportes, vivos ou mortos!  

Sei dizer que os quase milhões de moradores de Manaus não tiveram como se deslocar. Amanheceu tudo parado


domingo, 25 de junho de 2017

A FALÊNCIA DO ESTADO DE BEM-ESTAR SOCIAL


Com a descrença cada vez maior nos Aparelhos de Repressão e Punição do Estado de BEM-ESTAR SOCIAL, surgido no século XIX depois de muitos estudos e debates e diante de mais de 200 políticos - senadores e deputados - envolvidos em denúncias, o roubo de um celular justificaria o espancamento de uma pobre e talvez, analfabeta moradora do morro Cidade de Deus, no Rio de Janeiro? O vídeo rivalizou pelas redes sociais.


No vídeo me foi enviado por Jonas Santos, por uma rede social de whatsapp, vi uma de pele de cor negra, cabelo encaracolado, sendo obrigada a ler um cartaz e Deu para notar que mais de uma pessoa espancava enquanto era filmada e, em seguida, espancada com pedaços de madeira por criminosos por criminosos que atuam no Morro. Eles fazem justiça pelas próprias mãos! 

a mulher, que era obrigada a repetir palavras de seus espancadores, como “não vou mais roubar celular porque aqui tem comando”. Uma tortura ridícula e desnecessária!

Diante dos milhões desviados da Petrobras pelos políticos de Brasília, "representantes" de uma sociedade também corrupta formada por Aparelhos de Estado, como família igreja, polícia e demais órgãos integrantes de uma sociedade, não seria suficiente prender a meliante, entregá-la à polícia para apenas fazer um BO e responder o inquérito em liberdade?  

Mas a total desconfiança e a lentidão do aparelho da Justiça faz com que se volte ao tempo da barbárie, do "olho por olho, dente por dente" , que não resolve nada!

No vídeo que recebi de Jonas Santos ainda tinha um desafio provocativo à Colisão de Direitos Humanos e a deputada Maria do Rosário pedindo que agissem com relação ao espancamento. 

Não aguentei ver tamanha barbárie e compartilhei o espancamento, pedindo que compartilhassem também, até a chegada aos dois provocados -a Comissão de Direitos Humanos e a deputada Maria do Rosário.  

Não podemos voltar à época da Barbárie e nem ao Governo da Ditadura!


sábado, 24 de junho de 2017

“SEM ÉTICA E SEM MORAL"



A Comissão de Ética, ao absolver com uma canetada de ofício pelo seu presidente, o senador João Alberto, não tem mais ética e nem moral para apurar a conduta de ninguém do Senado. Na Câmara Federal não é tão diferente, pelo número de casos não apurados ou nem apurados e diretamente arquivados.

Se não foi uma transgressão à ética, no mínimo o que o senador Aécio Neves cometeu uma ação contraria ao decoro. Mas ele teve seu pedido de cassação de mandato arquivado. Se a JBS não é banco o senador dificilmente declararia à  RECEITA FEDERAL os 2 milhões de reais que receberia em 4 parcelas. Ou estou enganado?

Diante dos escândalos de contas no exterior, principalmente na Suíça e outros paraísos fiscais tenho sinceras dúvidas se o senador Aécio Neves declararia o que receberia se o intermediário definido por Michel Temer, deputado federal Rodrigo Rocha Loures não tivesse sido rastreado com conhecimento pela Policia Federal. 

Enquanto isso, o senador João Alberto. Como não teve resposta do STF porque os advogados do senador Aécio Neves recorreram das denúncias de obstrução de justiça e atrapalhar a Operação Lava Jato, o senador João Alberto arquivou de ofício, mas haverá recurso pelo PSOL - "causou um deboche à sociedade", nas palavras do Ministro Marco Aurélio Melo.

Diante do arquivamento da ação contra Aécio Neves, o senador não fica livre de constrangimentos porque a JBS não é banco


APOIAR OU NÃO? A VEREADORA JOANA D'ARC DIZ UMA COISA E FAZ OUTRA




Surpreendente e inexplicável a denúncia do BLOG DO 
ZACARIAS contra a vereadora Joana Dar´c, do Partido da República (PR).

Ela anunciou que não apoiaria ninguém envolvido na Operação Lava Jato, mas parece mudou de ideia como sua mudez como parlamentar e decidiu apoiar, o senador e ex-governador Eduardo Braga, enunciado por envolvimento na Lava Jato como um dos envolvidos. Ele está que sendo investigado na Lava Jato.

A estranha aliança com o ex-candidato ao Governo nas últimas eleições ao Governo do Estado, Marcelo Ramos, fez com que o partido e ele próprio perdesse muitos votos de quem acreditava que uma nova política poderia estar surgindo.

Será que Marcelo Ramos pensa que o candidato ao governo, se ganhar, será casado ou preso pelas denúncias a recebeu de envolvimento com de recebimento de recursos do Caixa 2 de campanha? Se o candidato chegar ao governo, contando-se ou não com o apoio da vereadora Joana D'Arc, que entrou muda e talvez saia calada da Câmara Municipal, pela vontade dos eleitores.


Ou será que a vereadora Joana Dar,c, pensa em receber algum dinheiro restante das propinas recebidas por Eduardo Braga para sua reeleição, poderá estar atirando no que viu e acertando em seu próprio pé! 

sexta-feira, 23 de junho de 2017

A ESPERA....


Cheguei antes das 8 horas ao consultório do neurologista Dante Luís Garcia Rivera para solicitar uma tomografia ou ressonância magnética para tentar descobrir como em uma queda doméstica, perdi o controle motor dos meus dedos das duas mãos.  Queria ser o primeiro a ser atendido e segui com minha esposa Yara rumo ao consultório. Ele, felizmente, ainda não abandonou a UNIMED como muitos médicos cooperados e laboratório já fizeram. 

O Dr. Dante ja me atende e me inspira confiança desde 2006 quando o procurei por indicação de minha irmã Ivanete Scotti. Gostei do atendimento e as explicações que dele recebi, mostrando-me do seu notebook as possíveis áreas que teriam sido afetadas e ha me operou 9 vezes. Duas delas, foram realizadas na Beneficência Portuguesa , em SP, por ter recebido do laboratório de Botucatu,  assinado pelo médico Carlos Bach, diagnóstico de câncer no cérebro, já em metástase.

Com esse diagnóstico para viajei com TFD-Tratamento Fora de Domicílio, com direito à emissão de passagem. Só recebi, as diárias quando voltei para Manaus. Mas isso é outro fato que contarei depois, quando escreverei sobre a colega Assistente Social Maria Mozzarello, que na época chefiava o setor na Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas. 

Em SP, paguei uma consulta com um oncologista da Beneficência. Em 1986, ele disse que gastaria diploma dele se "eu retivesse com câncer mesmo" . Mesmo assim, me internou na área de oncologia no mesmo dia.  Fiquei esperando o resultado das revisões de lâminas. Deu negativo para câncer em metástase no cérebro e confirmando o diagnóstico do negro de Manaus: era mesmo só empiema cerebral subjugar crônico

Depois de receber alta com o reexame das três revisões das lâminas feitos em S do exame istoquimico nas mãos –aos prantos, a esposa Yara entregou-me aos o resultado lacrado do exame de câncer em metástase no cérebro -, a tranquilizei "não tenho câncer,  muito menos em metástase".  Como profissional que seria em 2005, eu tinha estagiado em Hospital de oncologia e via que todos os pacientes ficavam com as peles "ensebadas", meio amareladas.   Quase como sem sangue correndo nas veias deles. Voltei para Manaus e recebi o dinheiro das diárias do meu TFD.

Durante os 17 dias que passei internado no setor de oncologia e vi de tudo:   ao meu lado se urinando e se defecando ao meu lado, inclusive o pai de uma apresentadora da Globo, Liliam Vitte Fibbe, (ela tinha viajado para a China, na época). Eu a chamava de "LILIA 20 QUIBES", mas isso também contarei em outra crônica.

Cheguei cedo e fui um dos primeiros a serem atendidos. Na verdade, fui o segundo a ser atendido. "Parece que não tem ninguém aí" disse minha esposa. "Acho que cheguei cedo demais", respondi.

Alguém abriu a porta com insulfilme para mim. O médico mudou o horário de 9 para 10 horas. Fui atendido e ele pediu-me uma ressonância magnética. 



quinta-feira, 22 de junho de 2017

UMA VERGONHA NACIONAL!!!


Enquanto em Porto Alegre surgiu uma venda de drogas a 50 metros da Secretaria de Segurança, onde a venda livre, leve e solta, vista observada pela janela do Secretário, que dá desculpas conhecida por todos os brasileiros só  para justificar sua falta de ação um, em SP a"Cracolândia", por ordem dos traficantes, a"Cracolândia" mudou de endereço de novo, pela total inexistência e funcionamento de um programa nacional e social para tratamento de dependentes químicos. A dependência química é um problema social e não policial!

O dependente químico é um doente que precisa de tratamento e é preciso de programa nacional para abordá-los e tratá-los para os dependentes químicos que aceitarem voluntariamente serem tratados. O tratamento do dependente químico está diretamente relacionado à manifesta vontade do paciente. Caso contrário, não dará certo, como venho afirmando como jornalista e teórico social que também sou...

Contudo, também a existência uma mobilização social exigindo a implantação de um PROGRAMA SOCIAL DE PENAS ALTERNATIVAS PARA DEPENDENTES QUÍMICOS e reprimindo o tráfico de crack. Vejo pela TV e leio em redes sociais, que uma ou outra igreja evangélica tem tratado com sucesso alguns dependentes químicos. Mas esse é um problema de todos e não de uma igreja Evangélica apenas!


Caso contrário nada dará certo!

quarta-feira, 21 de junho de 2017

"SÓ COM A CERTEZA QUE O CRIME ESTA SENDO COMETIDO"!


Vi um vídeo exibido pela Rede Globo- um homem e uma mulher, em Itararé – SP que a Justiça Federal mandou soltá-los, mesmo com armas, drogas e anabolizantes.  O juiz federal de Itapeba/SP, mandou soltar o casal justificando que "só poderia ocorrer a abordagem sob a suspeita que estivessem cometendo um crime".

Preocupa-me muito essa decisão da Justiça Federal e me causa perplexidade e algumas indagações: A PRF não pode mais suspeitar de nada e constatar um contrabando?

Com base na presunção da suposta inocência dos reus, a Justiça Federal libertou um casal preso com armas e drogas em operação de rotina da Policia Rodoviária Federal porque o juiz se baseou no fato de que a "liberou” o casal Porque alguém só pode ser preso com a estrita CERTEZA E NÃO MERA DESCONFINÇA D PRF para tal ação! As polícias estão preparadas para desconfiar de qualquer automóvel que esteja com o eixo muito baixo e não transporte quase ninguém! Seria uma camuflagem!

Onde fica o poder de agir da PRF? Se não pode prender -e diga-se de passagem, é uma das poucas policias que aborda, revista e encontra armas e drogas nas fronteiras secas do Brasil e nos dá a certeza de uma relativa segurança! Se não serve mais nem para cumprir seu papel fiscalizador, é melhor fechá-la para balanço!

Quando a Justiça se amiga à bandidos que tem certeza da impunidade, fica sem moral. Com essa estranha decisão, todas as policias preventivas do Brasil teriam que ser fechadas e porque não poderão mais efetuar prisões sobre a estrita ordem da Justiça ou a desordem dela!

Se para deter, prender alguém em flagrante e apresentar o produto do delito for assim, como foi o caso e a justiça federal mandar soltar o casal de traficantes, é melhor extinguirem as policias preventivas que nos garantem relativa segurança e impedem a entrada de armas e drogas, muitas vezes  mal remuneradas de todo o Brasil, comparado aos elevados salários dos juízes federais que trabalham de paletós e gravatas em gabinetes com ar condicionados e não estão arriscando suas vidas ou morrendo em trocas de tiros com bandidos, muitas vezes mais bem armados que todos os policiais PM, Federais ou da PRF?


Que fechem as policias. Ou então que só voltem a funcionar depois que “tiverem a certeza que dentro de um caminhão que transporta grãos de soja estão escondidos armas e drogas”, por exemplo como também ocorreu essa semana! Não havia qualquer certeza de crime, mas a PRF desconfiou e encontrou drogas e armas!

AH! COMO SINTO SAUDADES!



Sei que o tempo na volta...mas...
.
Mas sinto saudades do Dorval Porto com a turma acompanhando professores e chutando latas para espantar os cachorros que latiam muito, através da música "FELINGS" de Morais Albert, via lembranças da professora Alice Fabrício da Silva que nos dava  aula de inglês. 

Também volto à adolescência ao ver minha mãe Josefa Costa fumando um cigarro "Gaivota" sem filtro fabricado em Manaus e tossindo muito ou de uma garrafa de Cocal, sobre as mesas dos bares cheio de mulheres de vida não muito recomendável. Dos vários quartos que existiam atrás do Bar Jupati, no bairro de Educandos, com um senhor idoso responsável com um molho de chaves para abrir e fechá-los depois

Tenho saudades do "Quadrinha", um menino que soltava papagaio com cerol para cortar o dos outros com lábios feridos como se fosse herpes no canto da boca. Ou seria só de tanto olhar fixo rumo ao sol ou pelo vidro usado no preparo da linha? Um dia ele amarrou tantos carreteis de linhas que olhava para o sol e não via mais o pangaio e terminou cortando a linha, para que bailasse no ar como se fosse uma folha que desliza suave ao sabor do vento por não poder ou tempo para recolhê-la? Não ficarei sabendo porque ele já falecera
.
Ele ficava na avenida Adalberto Vale, enquanto os meninos que jogavam bola na rua abriam caminho para que a Maria José no meio deles com seu cabelo longo cobrindo uma parte do olho e o outro fixo no chão para se desviasse das merdas dos muitos cachorros que perambulava soltos no meio da rua....

Ou dos "novos ricos" como se dizia na década de 70 para quem parasse um carro mais caro na porta de cheio de amigos, sentando-se em uma mesa de bar e pedindo uma garrafa de "Conhaque Palácio" com uma garrafa de vidro de Coca-Cola para "rebater"...

Ou do marinheiro que tremia muito pela manhã e morreu de cirrose hepática entrando no bar e.  gesto com os dedos colocando dois virados para dentro e esticando os outros dois e pedindo "uma talagada de álcool  puro” para começar seu dia sem tremedeira.

Ou a música som de "Love Huts" do grupo Love Nazareh tocando na vitrola Nivico desprezada em um canto e colocada no centro da sala só por ocasião das "brincadeiras" nas casas dois amigos.


Ah, como sinto saudades...de tudo isso!

terça-feira, 20 de junho de 2017

“PAGARÃO O QUE DEVEM"?


Mesmo sem mencionar nome ou especificar ninguém, a frase  "pagarão o que devem e ninguém sairá impune" da frase dita pelo pelo presidente Michel Temer, foi  um recado endereçado ao grupo da JBS, mas precisa ser entendida de várias maneiras dependendo do campo que queiram entendê-lo:

1. Poderia estar se referindo aos 1,8 bilhões que a empresa deve à Previdência Social e não paga, embora possua um jatinho, apartamento em New York e lucros astronômicos?!

2-Poderia ser, também uma ação  reparação aos danos à imagem da instituição Presidência da República, já muito desgastada;

Ou não ser nada disso:

O empresário, Joesley Batista, "o marginal que recebeu financiamentos do BNDES e que foi recebido na calada na noite, no palácio do Jaburu – residência oficial da Presidência, fora da agenda como se fosse um “marginal mesmo”  –  que pode financiar políticos descaradamente enquanto seu grupo empresarial, a JBS  deve 1,8 bilhões à Previdência,  gravar e declarar que Michel Temer comanda a quadrilha do PMDB, reafirmar que pagava o silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (do PMDB), garantir que  o Aécio Neves é igual em grau de corrupção à Temer.

Ainda garantir que o ex-presidente Lula e o PT, implantaram e hierarquizaram uma linha em série de corrupção nos órgãos públicos e que o empresário tem que pagar para trabalhar no Brasil!


Ou sabe do que fala ou tem muita moral e provas de suas denúncias muita lenha para queimar na fogueira de São João  que quanto mais tentam abafar, mais lavareda expele

segunda-feira, 19 de junho de 2017

“SUCO DE COUVE”! Telma Castelo Branco


Depois que reclamei com minha irmã adotiva Telma Castelo Branco das dores que sentia após tomar os fortes antibióticos, depois da primeira cirurgia no cérebro em 2006, para tratar de um empiema cerebral (depois da primeira, fui submetida a outras 10, mas fiquei estabilizado e sem novos apagões desde novembro de 2009 (queimação, salivação e dores) ela me sugeriu e aceitei para fazer suco de couve puro e tomar com os remédios. Deu certo não senti mais nada!

Depois de disso, troquei o "Omeprazol" que tomava 15 minutos antes, para "forrar o estômago" por sulco de couve puro, batido no liquidificador apenas com água, passei a não sentir mais os efeitos colaterais dos remédios. Mas não consegui evitar a derreia que continuo tendo, mesmo tomando o novo "medicamento" natural!

Meu pai adotivo, Dr. Teomário Pinto da Costa, em conversa informal que tive com ele, me disse que depois que passaram e passaram produzir antibióticos e vendê-los sem receita médica, as bactérias se tornariam sempre mais resistentes e cada vez mais teriam que produzir mais e mais fortes antibióticos. "Antes dos antibióticos, conseguia dar um diagnóstico olhando o fundo do olho, a língua e o fundo do olho e oscultando a criança.  Agora, com a automedicação, não consigo mais". Meu pai adotivo, esposo da Drª. Dulce Costa, pais da única filha Telma, como ela sabia disso?


Ela, a Telma, é engenheira civil, funcionária aposentada da Receita Federal, lotada no TCU, mas não esqueceu que tudo vem da natureza. Os laboratórios apenas investem em pesquisa, testes, patenteiam passam a produzir, inclusive os antibióticos que estão ficando cada vez mais resistentes!

JOESLEY X MICHEL TEMER X AÉCIO NEVES X LULA, QUEM É O PIOR DELES?


Joesley Batista, Michel Temer, Aécio Neves, Lula quem é o pior deles?  Se aprovassem e legalizassem o Caixa 2  o que  finalizaria a Lava Jato! Em declarações à Revista ÉPOCA, Joesley Batista reafirmou as denúncias que fez contra o presidente Michel Temer! Ou seria o ministério composto pelo presidente, cheio de investigados na Lava Jato?

Contudo,  o PT chegou ao podee fazendo o "cercamento e o aparelhamento do Estado", colocando pessoas chaves em postos chaves. O PT mudou o discurso e alcançou à Presidência, como defendeu teóricos do Estado.  O senador Renan Calheiros, autor da lei aprovada e sancionada pela pelo presidente da Republica diz que nao teve o propósito de barrar a Lava Jato.

Contudo,  todos estão errados! A corrupção começou com a vinda de don  Joao VI fugiu  e aceitou de receber de um traficante de escravos, no Brasil, a melhor casa para abrigar sua família. Depois disso, foi sendo aperfeiçoada ao longo dos anos e da história até a chegada do PT ao poder. Mas não esqueçamos que o PSDB faliu um banco usando as contas CC5 , na reeleição de FHC.  

Joesley Batista disse que ter um."partido no Brasil" é um grande negócio,  presidi-lo é melhor ainda porque pode fazer o que quiser com ele: vender, coligar,  emprestar e fazer tudo o que quiser. .."por isso existem tantos partidos no Brasil" disse Joesley Batista.

Todos os citados na entrevista reagiram e o presidente Temer está prometendo entrar na Justiça contra Joesley Batista, a quem classifica como um "grande empresário mentiroso".


Quem viver, verá quem fala a verdade e quem mente! Todos podem falar uma verdade relativa!

sábado, 17 de junho de 2017

PIOR QUE UM VESTIBULAR...


Nove candidatos estão na corrida para disputar as eleições suplementares no Amazonas. Mas só tem lugar para uma vaga para todos.

O candidato Amazonino Mendes declarou em rede social que ele vai apenas “governar um Estado” e não participar de uma “maratona da terceira idade”, respondendo a um questionamento se não se sentia velho e sem saúde para assumir mais um mandato eletivo. Governar não só é ficar sentado em uma cadeira e exigindo que seus auxiliares governem e executem tudo em nome dele. Isso não é governar, mas dá ordens, apenas. Governar é mais do que isso.

Está pior do que a disputa de uma vaga no vestibular, em qualquer processo de seleção. A união mais estranha em todo o processo foi a do ex-governador Eduardo Braga com o ex-deputado Marcelo Ramos, que chegou a afirmar que seus colegas de parlamento "tinham deixado de existir" porque teriam apoiado e ajudado com seus votos a aprovar um projeto de interesse do Estado Estado. Nesse caso especifico de união com quem criticava, o que se poderia dizer do parlamentar? Nada!  Não houve perdão para ninguém. Não se faz oposição por ser contra algo; mas oposição consciente e responsável, A união dos dois oposicionistas históricos foi terrível e um vai tirar voto de ambos.

Continuo em meu firme propósito de votar no deputado estadual, Luiz Castro, da Rede Solidariedade, não só porque até agora tem se mantido ético e respeitoso com os movimentos sociais do Amazonas, o que ele mais o precisa nesse momento de crise e tremenda dificuldade.

Liliane Maia, embora também seja jornalista como eu, correra por fora e não alcançara a vitória. Jose Ricardo, do PT, ainda não definiu seu vice, que pode ser o também deputado do PT, Sinésio Campos., um deputado discreto, mas coerente em defesa das potencialidades regionais minerais que são inúmeras.


As discussões com legendas menores, algumas delas de aluguel, continuam se desenvolvendo em busca de novas adesões, o que lhes daria mais espaços nas mídias

EXAMES....! EXAMES....! (Drª. Fernanda Schettini)

Exames são pedidos para o médico tirar uma dúvida, principalmente depois da descoberta do antibiótico que passou a ser usado indiscriminadamente e sem receita medica. Estive no consultório da medica endocrinologista Fernanda. Ela me passou vários exames complementares e tive que os autorizar na UNIMED/Manaus. 

Depois de parar na faixa, erguer os braços várias vezes, os carros não pararam para eu atravessar, até que surgiu um rapaz de bermudas dizendo: "quero ver agora se não vão parar para o senhor atravessar!". Agradeci pela ajuda inesperada e atravessei na faixa destinada aos pedestres que chegaram antes dos automóveis, embora não sirvam para quase nada! 

Como não poderia deixar de fazê-lo, reclamei contra o processo de atendimento e apresentei proposta para melhorias. "Vou ver com a empresa" foi a resposta à proposta de mudar a palavra "mesa" qual aparece no painel pela palavra "consultório". Fiquei satisfeito com a resposta dada e deixei o local!

Caminhando lento, passei em frente à IGREJA UNIVERSAL, onde várias pessoas já ocupavam as calçadas. Haveria culto e tive que sair da calçada e ir para a rua e cheguei. Onde estão as autoridades numa hora dessas?

Encontrei uma UNIMED vazia, na sexta-feira enforcada. Ao me aproximar da mesa, a atendentes, uma delas pediu para sentar e em seguida, chegou meu filho para pegar-me, com pouca paciência. "Ele é seu neto" quis saber a atendentes. "É meu filho. Tem 19 anos e cursa Economia na Ufam". Ela me parabenizar, "nossos pais...". Não completou a frase! Agradeci. 

Entrei no carro da Yara, o qual ela emprestará para pegar-me de volta e deixei o local e vim para casa, pensando em tudo que aconteceu comigo. 


sexta-feira, 16 de junho de 2017

SEMPRE OS MESMOS...!

Na disputa da eleição suplementar no Amazonas, os sempre mesmos candidatos se digladiando pelos votos dos eleitores. Ainda começará o Horário Eleitoral Gratuito, mas já se apresentaram como "salvadores da pátria" Amazonas, os mesmos candidatos que sempre se apresentaram no passado: Eduardo Braga, Omar Aziz,  Amazonino Mendes e o próprio ex-presidente da ALE/AM, David Almeida que buscam no desespero da falta de financiadores de suas campanhas, deve ser uma campanha modesta em todos os sentidos. De todos eles, ficarei com o deputado Luiz Castro, do Solidariedade. 

Desde que descei o hospital em outubro de 2006, com autorização medica e escalpe no braço, para votar no deputado estadual Luiz Castro, passei a votar nele em todas as campanhas majoritárias que foram poucas. De forma consciente, voto sempre no candidato com menos despesas e melhores propostas. Todo candidato que esbanja muito, faz acordos sem qualquer ideologia que seja ao menos lógicas, racional e coerente, não terá condições de receber o que gastou na campanha!

Não se iludam, eleitores!


Não há investimento capaz de reembolsado com dinheiro que recebe um governador ou um prefeito se não for à custa de obras superfaturadas, sempre com acertos antecipados, feitos como se fazem os acordos políticos que se fazem quase da mesma forma!!!



quinta-feira, 15 de junho de 2017

O TEMPO...(Fátima Pinto)



O tempo não perdoa ninguém:
(Envelhecerá a todos!)
Muitos se esquecem
Dessa verdade insofismável e imutável!
Uns procuram se esconder dele
Fazendo máscara de beleza!
Outros se esquecem do que fizeram; 
Mas o tempo não perdoa ninguém: 
(A todos envelhecerá!)
Queiram ou não!


quarta-feira, 14 de junho de 2017

O TEMPO QUE NÃO QUERÍAMOS QUE EXISTISSE... (a professora Fátima Pinto)


O tempo muda a história do próprio tempo, embora o tempo não exista como o imaginamos ou queríamos que ele fosse. O tempo, criado pelos homens para definir no tempo a idade da existência das coisas, transformou os homens em escravos dele.

O que o tempo? Muitos já o definiram: religiosos, filósofos e outros do ramo.

Estou vivendo um tempo que corre rápido ao encontro da morte. Mas, calma, está correndo demais!

Estou vivendo um tempo de adaptações: tenho que adaptar à tecnologia antes que ela se adapte a mim.


Estou vivendo o tempo de não sentir raiva, rancor, remoto de ninguém. Exceto pela roubalheira que estão fazendo a qualquer tempo e a todo tempo. 

terça-feira, 13 de junho de 2017

DEPOIS DE NÓS...

Desejo que nada seja como antes!
Nada seja igual como fora antes.
Mas seja diferente! 
Será, simplesmente será....
Depois de nos...
Não virão mais os nós!
Não virão os ratos, 
Os patos, os lesados e abestados, (como diz o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, conhecido pelo nome artístico de Tiririca},
Depois de nos, virão os outros

E elegerão novos federais menos corruptos!



segunda-feira, 12 de junho de 2017

SOLIDÃO VIRTUAL! (Pelo dia dos namorados)


Solidão na era virtual existe? Pode existir, em maio a tantos aplicativos de namoro, a pessoa pode sofrer de "solidão virtual cibernética”. Por que não? Ela existe e é mais presente do que se supunha! É real também!  

Mais do que solidão, diria que ansiedade e necessidade de ficar ou ter alguém também que provoca a “solidão virtual cibernética”, porque foram substituídos os olhares olho no olho por una curtidas em fotos postadas!

A pessoa termina de postar uma foto e em seguida fica desesperadamente procurando saber quantas curtidas a postagem recebeu. É uma super exposição do seu ego interior que aflora mais do que o relacionamento, o conhecimento.


Será que as pessoas continuarão se sentindo felizes por transformarem sua vida privada em publica, como dizia a personagem Dona ”Jura” de uma novela, para quem "cada exposição é fleche" se referindo à mania de expor suas intimidades em redes sociais! 

MUDANDO DE ENDEREÇO!




Os usuários de crack de São Paulo que se concentravam todos juntos, na “cracolândia” só se mudaram para de local. Mas cadê o tratamento contra a dependência química de todos eles?

Se separa de um lado para facilitar o trabalho das equipes multidisciplinares, justificaram o governador do Estado, Geraldo Alckimin e o prefeito da capital Jorge Dória Jr. Só que eles não entendem nada de nada  ao de dependência química: a decisão e a ação dependem sempre da  manifesta vontade do paciente e não da ação da polícia militar que desconcentrando-os. Como venho afirmando há muito tempo, o problema deles é social e não policial.

Agindo e tratando-os  com ação policial só saem de um lugar e vão para o outro como zumbis anônimos no meio da multidão: ninguém os vê! É incrível! Os médicos especialistas definem como de dependência imediata porque afeta diretamente o cérebro!

Será que não vão implantar um tratamento químico para todos eles ou usa-los com os políticos para deixarem de se corromper como se fosse um vício também?


domingo, 11 de junho de 2017

APENAS UM SONHO!


Sonhei com meu passado, acordando de madrugada para vender jornais, engraxar  sapatos ou vender picolés, sem abandonar meus estudos no Grupo Escolar Adalberto Vale, no Morro da Liberdade. O bairro era rua de barro e as pedras de paralelepípedos terminavam em frente a Indústria Amapoly,  onde minha mãe trabalhou e pela qual se aposentou.

Sonhei com.minha infância correndo e jogando bola com os colegas no meio da rua, abrindo passagem só quando a Maria José passava com seus longos cabelos tapando um olho ou dobrando sacos de cimento com minha mãe Josefa Costa, que vendia  para embrulhar peixe. Depois de reformado, entrei no  nerrcado Adolpho Lisboa. Encontrei o sino que tocava antes que os fiscais sanitários entrassem e colocassem creolina sobre tudo o que encontrassem em cima das bancas. Era a hora da xepa! 

Sonhando com meu  passado,  e me vi entrando cheio de cultura axilar no ICHL - como tive também alguns alunos no Curso de Serviço Social, que me formei depois -  para cursar comunicação social e, depois, de desempregado por justa causa onde era Chefe de Média da SAGA PUBLICIDADE, sem entender nada do que era mídia e me vi entrando em A NOTICIA, pedindo para falar e fazer um teste com o jornalista Gabriel Andrade, então Editor Chefe porque o Editor Geral, era Bianor Garcia da família  de Silves, que formou grandes expoentes que militam em várias áreas da intelectualidade manauara.

O nome Gabriel Andrade já me era familiar. Ele era citado como Chefe do Jornalismo todas as manhãs nas ondas AM da Rádio Rio Mar! 

Anos mais tarde, me vi entrando na era da tecnologia e perdendo os movimentos motores dos dedos das mãos -  devido a uma queda doméstica -  na qual tive afetada alguma área neurológica.

(Já marquei e terei que fazer tomografia com o meu médico neurologista Dr. Dante Luís Garcia Rivera que me acompanham com a Drª. Silvana Lima, infectologista desde 2006/2007, respectivamente, quando sofri um empiema cerebral, em sala de aula!)


Me vi digitando essa crônica com apenas um dedo, esperando a morte chegar. Enquanto não chega, continuarei escrevendo com um dedo  mais grosso deles, olhando fixamente para as teclas do celular e tendo que revisar tudo depois porque nem sempre meu aparelho LGK10 aceita tudo que digito!