quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O PATINHO AMARELO!




Eu e minha esposa Yara, voltamos duas vezes à mesma loja e observamos um patinho amarelo em cima da mesa de uma só vendedora. Ela explicou:

- Fui muito bem em dezembro e estou muito mal em meu desempenho no mês de janeiro. Por isso, estou com esse pato amarelo sobre minha mesa de trabalho!

Essa foi à resposta que minha esposa Yara recebeu da vendedora, quando a interrogou sobre a causa de ter visto pela segunda um patinho amarelo sobre sua mesa, tipo àqueles que as crianças usam dentro de banheiras durante o banho.

O pato amarelo, posicionado estrategicamente no canto esquerdo da mesa da vendedora chamava a atenção de todos os que na loja entravam. O pato até era bonito; não o propósito dele como o era pois estava a lembrá-la sempre “venda mais, venda mais, venda mais...” em uma repetição constante avisando-a um aviso teria que melhorar seu desempenho em janeiro e nos outros também. Seria justo isso, para quem teve uma mera foto de melhor do mês colocada na sala da gerente para ninguém ver? Não sei responder, só que o patinho estava lá, lembrando-a que estava mal no início do ano!

- Estou doida para passar esse patinho amarelo para outra vendedora e tem que ser hoje, acrescentou a vendedora enquanto atendia a uma senhora, enquanto falava com outra cliente pelo seu aparelho celular para que ela fizesse um plano de telefonia. Será que fez? Também não sei dizer.

Interroguei o que ela havia recebido por ter sido a melhor vendedora da loja no mês de dezembro. “Apenas minha foto na parede da gerente da loja”. É...! Percebi, espantado que nada existia pelo lado de fora da loja, em local visível, informando que a vendedora um mês havia sido a melhor e, agora, sem orgulho, ostentava sob sua mesa de trabalho apenas um pato amarelo como prêmio no mês seguinte, dizendo insistentemente para ela:  “melhore, melhore, venda mais, venda mais...”, como um tormento e um lamento!

Minha cabeça ferveu ao ver a esforçada funcionária querendo superar sua meta e passar o patinho amarelo para outra pessoa!

- Quer dizer que quando vocês superam as vendas, fica registrado em uma foto, na sala da gerente? Quis saber!

-E isso mesmo!

- E quando vocês estão mal, recebem de presente um “patinho amarelo” em cima de suas mesas?

- Está certíssimo!

Coitada da vendedora! Um mês recebe de presente apenas uma foto escondida em um quadro na sala da gerente e, no mês seguinte, recebe de presente um pato amarelo em cima de sua mesa para todos o apreciarem como cobrando melhor desempenho dela! Fiquei com pena da vendedora, confesso. Mas o que fazer? Regras são regras! Mas se ao menos a foto ficasse estampada na parede da frente da loja, como é o costume! Mas nem isso...

4 comentários:

  1. As pessoas acabam se acostumando com "pequenas coisas" que servem para "diminuir" a autoestima delas.

    Sinal dos tempos ou do fim deles.

    Saudações!

    Roberto

    ResponderExcluir
  2. Nao sei nao!as vezes pequenas coisas modificam o modo de penssar das pessoas.Umas pensam vou mudar isso, outros pensam vou continuar como os patinhos.

    Maria Hirschi
    Oberriet
    Swiss

    ResponderExcluir
  3. Um forma ridícula de incentivo ao alcance da meta. Até sei onde fica essa loja, rs. Tenho pena dessa gerente, coitada. Fraca no espírito, fraca profissionalmente... Deve ser por isso que ela subestima a capacidade de outros que levam uma vida tão árdua... por nada. Espero que todos os colaboradores daquela loja saibam dos seus direitos.

    ResponderExcluir
  4. Credo!Que ditadura...

    ResponderExcluir