terça-feira, 1 de julho de 2014

ENQUANTO EU DORMIA!



o passarinho bicava em minha janela,
o vento soprava
a folha caia,
...e a vida passava e nada via ou ouvia!

(o silêncio de meu sono era profundo!)

Não sei se, dormindo, perdia ou ganhava alguma coisa,
(efeito de remédio Gardenal de 100mg)

Só sei que dormia! 
(e não via a vida correndo rápido por baixo de minha janela!)

Acordei e escrevi esse poema 
que também não sei se servirá para alguma coisa!

Para mim serviu: eu ainda estou vivo!

6 comentários:

  1. Luiz Eduardo Oliveira1 de julho de 2014 13:19

    E bem vivo com as graças de DEUS

    ResponderExcluir

  2. Lindo,meu anjo muito lindo, parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Norma Aparecida Silveira Moraes1 de julho de 2014 13:53


    Maravilhosos versos, aplausos millllllllll

    ResponderExcluir
  4. Como vê...nada se perde! E seus admiradores podem continuar a ler seus trabalhos.Aquele abraço de além-Mar.

    ResponderExcluir
  5. Finalmente tive o previlégio de conhecer seu amiguinho secreto,esse ser encantador que tanto o tem inspirado e ajudado em sua caminhada terrena.Beijos para os dois daqui,de além-Mar.

    ResponderExcluir
  6. Aqui,meu problema sao com os gatos dos meus vizinhos,mais sempre que tenho oportunidade,nao reclamao comento,xi virei Suiça.

    ResponderExcluir