domingo, 18 de janeiro de 2015

OS POETAS E A LUA


Os poetas dormem acordados, 
sonhando com as estrelas e a lua nua, 
imaginando um coloquio amoroso com aquela que deixou de ser virgem desde que o ser humano a seduziu pela primeira vez, 
pisando-a em seu rosto, agora um pouco deformado!
Mesmo assim, o poeta sonhador e 
despudorado a deseja ardentemente!

9 comentários:

  1. Araí Santos/Escritora18 de janeiro de 2015 15:31

    Lindo! So os sabios poetas para terem tanta sensibilidade!

    ResponderExcluir
  2. Aldeiza Maria (poetisa de Mossoro/RGN)18 de janeiro de 2015 15:53

    Amigo, tu és um verdadeiro poeta. Somente um poeta para se expressar com tante sensibilidade. Que visão linda da lua... Do poeta... Do ser humano! Boa noite, Carlos!

    ResponderExcluir
  3. Belo poetar conterrano. Abr

    ResponderExcluir
  4. Esse "mesmo assim" foi preconceituoso, mas a poesia é linda! Abraço,,

    ResponderExcluir
  5. A Lua as estrelas sempre a inspirar belas poesias. Parabéns e um forte abraço.

    ResponderExcluir
  6. Adelaide Reys/Maceió20 de janeiro de 2015 06:09

    Gostei, Carlos dos versos!
    A lua é sempre fonte de inspiração para poetas e amantes!
    Uma boa noite,

    ResponderExcluir
  7. Achei essa poesia linda isso retata a belesa de como o poeta é sonhador está sempre vivendo um sonho etc

    ResponderExcluir
  8. somente assim podemos saber a virgindade da Lua.E penso que a liberdade de todos,o interresse é bem mais forte.

    ResponderExcluir