terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

(ESCÂNDALO NA PETROBRAS): PRENDAM O FALECIDO JORNALISTA PAULO FRANCIS...


Não percam mais tempo discutindo se foi no Governo do PT ou do PSDB que começaram os desvios de recursos na Petrobras porque foi no tempo do irreverente e crítico jornalista Paulo Francis, que tudo começou, mas ele pagou com a vida a ousadia por denunciar indícios de corrupção na Estatal. Paulo Frances, se ressuscitar ou tentar fugir de seu caixão, deve ser preso, receber o benefício da delação premiada, como os outros, depois ser julgado e condenado. Como ele já fora preso diversas vezes por “seu caráter subversivo pelos órgãos de repressão ligados ao Regime Militar”, não vai se opor a mais essa nova arbitrariedade do governo democrático. (http://pt.wikipedia.org/wiki/Paulo_Francis), também não escreverá ou publicará qualquer denúncia no Pasquim ou na Tribuna de Imprensa, porque falecera deprimido logo depois de denunciar o mar de lama petrolífera em que estava se transformando a Estatal brasileira. A roubalheira desmedida não ocorreu em nenhum dos dois partidos que se alternam no poder – PSDB por 8 anos e muitos escândalos  o do PT, que segue para emplacar 16 anos, também com escândalo - como já garanti e não sei porque razão os dois se digladiam com golpes baixos e certeiros MMA no queixo, no estômago, chute nas pernas e outros locais inenarráveis sem a menor necessidade desse ridículo embate de “foi você, não fui eu”. 

Essa luta a fim de encontrar quem é o pai da criança é cansativa e desnecessária porque nenhum governo admitirá que foi no seu: começou tudo no Governo do Jornalista irreverente Paulo Francis. Prendam-no, dando-lhe voz de prisão no cemitério, algemem os seus restos mortais, mas tenham cuidado: ele tem língua felina porque trabalhou nos jornais Pasquim, Tribuna de Imprensa do jornalista Hélio Fernandes a e na Folha de S. Paulo, como correspondente em Nova Iorque, onde decidiu morar em 1971, irritado com o Regime Militar, que o prendera diversas vezes.

Paulo Francis estava certo, mas fez a denúncia por linhas tortas, sem ter provas; apenas indícios de provas. Caberia ao presidente da Petrobras no Governo FHC mandar apurar tudo, em vez de processá-lo e condená-lo na justiça americana  Contudo, os culpados pela corrupção são também a reeleição, a ganância política e o coluio corriqueiro criado entre políticos e interessados em cargos em busca de indicá-los porque seriam prováveis corruptíveis que se permitem ser indicados com a certeza que poderão pagar dividendos depois, pela indicação. Podem prender todos esses culpados porque o jornalista Paulo Francis já tinha denunciado tudo! Prendam-no  também o denunciante e deem-lhe o benefício da delação premiada para que possa contar tudo, tintim por tintim, principalmente com a possível saída dele do caixão, só para rir de todos que o condenaram na época da denúncia!

Como o jornalista já está preso dentro de um caixão, por depressão, por não ter pago a indenização, ele continua perigoso. Sugiro que coloquem guardas em volta de seu túmulo para o caso de querer escapar. Levem-no à força ao Tribunal para cumprir a sentença condenatória da Justiça americana e responder por ter dado início a denúncia dos desvios na Estatal.

Descoberto o principal culpado pelos desvios e fraudes na empresa, não importa mais investigar para saber quando ou em qual o governo que começou a corrupção na Estatal, se no período do PSDB ou do PT, porque na guerra de acusações de um lado e refutação do outro, todos são inocentes e culpado é o jornalista Paulo Francis porque ele foi o único que teve a coragem e competência para dizer que estava havendo desvio na Estatal e é, portanto, o único culpado, salvo melhor juízo! 

Mas, também interessa apurar, indicar, denunciar, julgar e condenar os outros culpados porque a memória do falecido e irreverente jornalista já está limpa, “lavada e enxaguada”, como dizia o nada inocente prefeito corrupto da fictícia cidade de Sucupira, Odorico Paraguaçu, genial criação do escritor e novelista Dias Gomes. Paulo Francis morreu deprimido porque não pode pagar a indenização a que foi condenado e nem presenciar sua redenção!


8 comentários:

  1. Pior é que são todos farinha do mesmo saco... Por isso as CPI não apuram nada.. Todos comprometidos com a propina.... A esperança é a intervenção de órgãos públicos que ainda se pode confiar (mas desconfiando) como a PF, MPF, Justiça Federal, etc... E o povo indo para a rua pedir reforma política de verdade...!!!

    ResponderExcluir
  2. Um belíssimo artigo! Bem elaborado e muito oportuno! Coerente e muito consistente com toda esta roubalheira espalhada pelos quatro cantos da nação a muitos anos. Parabéns....

    ResponderExcluir
  3. Excelente opinião crítica, recheada de bom-humor! Não deixe de ler A PETROBRAS NÃO COME CAPIM, texto com outras considerações acerca desse escândalo político.

    ResponderExcluir
  4. Adriano Queiroz Sobrinho24 de fevereiro de 2015 18:55

    Realmente interessante!

    ResponderExcluir
  5. Adriano Queiroz Sobrinho25 de fevereiro de 2015 07:22

    Eu gostava muito do Paulo Francis. Principalmente quando ele falava das noticias mais irreverentes. Os fechamentos dele eram ótimos.

    ResponderExcluir
  6. Emquanto o dinheiro estiver aqui,temos segurança.Mais se estiver em outros paises,entao vamos p China.Poucas vezes assistir esse reporter que falava como se tivesse uma batata na boca,deve esta assistido tudo la da lua e rsrsrsrs da nossa cara vira lata.

    ResponderExcluir
  7. Celina Márcia Composé28 de fevereiro de 2015 18:13

    Yes!



    é isso aí meu amigo
    Abração

    ResponderExcluir
  8. Dalva Agne Lynch (Escritora)3 de março de 2015 05:49

    Ironizar a seriedade "imbecíílica" do mundo é inevitável.!
    Não tenho a verve para desenvolver algo assim, mas admiro quem tenha, como Luis Fernando Veríssimo e outros. Infelizmente, sou séria demais.
    Mas vc deve tentar tudo o que quiser, porque é capaz!

    ResponderExcluir