quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

SERÁ QUE DEU A LOUCA NO GOVERNO?


Será que deu a louca no Governo Federal, que se recusa a rever sua política de arrocho fiscal, reajustes de preços e cortes financeiros na área de Educação? O governo anunciou que aceita receber os caminhoneiros em greve, mas se recusa a atender uma das principais reivindicações que fazem: retirar impostos sobre o preço do óleo diesel.

Hoje é o diesel que transporta o Brasil que não possui malha ferroviário e nem cogita fazê-la. Na época do Império, tudo era transportado por trem. Agora, infelizmente, não há opção: ou é transporta por caminhão ou é transporta por caminhão! Só que os caminhões estão parados, reivindicando melhores estradas para escoar a produção,   reajuste no preço do frete, melhores condições de trabalho. Com essa paralisação, o Brasil parou e agravou abastecimento e já começaram a faltar produtos e fazendo aumentar os preços aos clientes.

Como a onda inflacionária que destrói a economia do Brasil, os rios da Região Norte também estão subindo rápido demais, desalojando pessoas, destruindo produções e elevando os preços dos produtos nas feiras e mercados, exatamente como a inflação também faz. Usando o direito legítimo de protestar e reivindicar, caminhoneiros pararam o país. Os produtos estão apodrecendo e tudo que querem é só melhores estradas, retirada dos impostos incidentes sobre o preço do diesel, mas o Governo disse que isso não pode constar em pauta de reivindicação. 

Não é hora de radicalismo, nem de um lado e nem do outro. É hora de os dois lados cederem e encontrarem um meio termo que possa ser bom para os dois lados porque o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante a campanha, garantiu que “a Dilma fará um segundo governo melhor do que o meu”. Como? Se durante um longo período de tempo os preços de diversos produtos administrados pelo Governo deixaram de ser reajustados para não comprometer e atrapalhar a campanha presidencial de reeleição. Reprimidos, decidiram liberá-los todos de uma vez, fazendo disparar a taxa de inflação. 

O antigo “dragão”, em inanição e não abatido totalmente desde o Governo FHC, atingiu um patamar superior a 1%. Ocorre que tudo é reajustado abaixo do índice inflacionário, sobretudo a tabela do Imposto de Renda. Com isso, salários menores  passaram a pagar imposto na fonte, também, na boca do caixa. 

Essa é a mágica que o Governo está fazendo para aumentar a já estratosférica arrecadação de impostos sem elevar qualquer alíquota: é só não reajustar a tabela de Imposto de Renda! 

Salários, antes isentos de tributação, passaram a ser tributados  e por ai vai...a mágica governamental!

9 comentários:

  1. Adriano Queiroz Sobrinho25 de fevereiro de 2015 17:24

    Acho que a loucura citada tem caráter de extração cirúrgica precisa no aplainamento econômico do bolso brasileiro. O problema ė que os médicos desta cirurgia só sabem usar tesoura. Pois buraco que se tenta tapar com tesoura sempre fica maior.

    ResponderExcluir
  2. Se você tivesse, como eu tive, a curiosidade de ver quem são os patrões da maioria dos caminhoneiros em greve, teria a mesma surpresa que eu, ao verificar que não passa de meia dúzia. Esses proprietários são, em relação às frotas, como os latifundiários em relação aos produtores rurais. Já vi governos caírem, principalmente aqui na América do Sul, quando eles se juntam para este fim, porque não há maneira mais simples e eficaz de criar o caos num país que uma boa greve de caminhoneiros. Sobretudo quando vem acompanhada de uma boa inflaçãozinha, e mais ainda quando a midia se coça pra tirar mais um do poder e colocar outro que mais lhe agrade... É o padrão se repetindo.

    ResponderExcluir
  3. Eis o retrato desse (des)governo.

    ResponderExcluir
  4. O Governo vai levar a populaçao a loucura,nossos destino é cruel e sem esperança.

    ResponderExcluir
  5. A muito tempo amigo. Um abração.

    ResponderExcluir
  6. Garanto que tem muita gente que votou no PT que já está morrendo de arrependimento numa hora destas .......

    ResponderExcluir
  7. Essa mídia marronzista inventa que o PIB deste ano vai ser zero. Que o mensalão e o petrolão são quadrilhas do Governo. Inventam que a Dilma não teve capacidade para poupar o dinheiro para pagar os juros da dívida que o Lula já pagou tudo. Coitadinha da Dona Dilma, vítima dessas mentiras jornalísticas. Seria de bom alvitre o Governo fechar os jornais?

    ResponderExcluir
  8. Sobre o caminhoneiro autônomo solitário a que você se referiu num comentário, sei da história, inclusive depois do pacto com o governo o caminhão dele foi rebocado por renas... rsrsr... No meu comentário abaixo eu não estava me referindo às linhas das tantas matérias jornalísticas que se leem por aí, mas às entrelinhas. A razão principal de nada nunca está no raso. Minha humilde opinião.

    ResponderExcluir
  9. Caso seguinte: todo país se sustenta pelo PIB. Como esse ano dizem que o PIB vai ser zero, então o Brasil é o único país do globo que se sustenta pelos impostos, e não pelo PIB. Falam em taxar as grandes fortunas. O bisavô empreendeu uma empreitada e pagou os impostos. O avô herdou e continuou pagando os impostos. O filho herda e vai continuar pagando os impostos pela empreitada. Então o imposto na hora do inventário é um bis em idem, ou seja: um roubo.

    ResponderExcluir