sábado, 24 de setembro de 2016

QUANDO ME TORNAR SAUDADE...!


https://www.youtube.com/watch?v=RGDUrKykobM&feature=youtu.be



Quando me tornar saudade,
Não chorem por mim!
E não me procurem no cemitério
Continuarei  em cada um, em forma de lembranças
(ou em forma de saudade!)
Nas estrelas no céu, do sol, de vento, das nuvens, enfim...estarei sempre!
Nas asas dos periquitos que morreram e voltaram para cantar,
Porém, não estarei no cemitério!
Sonhando com os anjos e vendo a lua mais bela
Admirado pela última vez as estrelas!
Talvez,  quando me tornar saudade,
Os amigos só encontrarão talvez flores murchas
(que algum amigo mais querido enviar, desavisadamente)
Mas não estarei lá!
Estarei em todos os lugares que você quiser que eu esteja!





22 comentários:

  1. Muito lindo seu poema.
    Parabens. Voce já é saudade, embora ainda vivo literalmente!

    ResponderExcluir
  2. Lindo... realmente e a única que deixaremos saudade.

    ResponderExcluir
  3. Antonio Jose Botelho24 de setembro de 2016 17:52

    Meus aplausos! Lindo demais...!

    ResponderExcluir
  4. E quando ela chega...como é bom!...Acalenta nossa alma...lindo!...Abs.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns poeta,muito lindo!

    ResponderExcluir
  6. Maria Julia Freire Lobo28 de setembro de 2016 16:51

    Bravo amigo. O momento é agora. Depois ... Pois, pois !

    ResponderExcluir
  7. Aplausos...esplêndida poesia!

    ResponderExcluir
  8. Elem Bezerra do Amaral29 de setembro de 2016 08:37

    Amei sua Mensagem. Essa é a mais pura verdade, e com muita Alegria, repito as suas palavras Carlos Costa , Quando Eu Morrer não chores por mim. Porque Eu estarei em cada de Vcs, em forma de lembranças ou de Saudades Bjos.

    ResponderExcluir
  9. Belíssimo...Tudo é um mistério

    ResponderExcluir
  10. Caríssimo amigo poeta...um poema brilhante e cheio de sentimentos...com toda certeza quando nos formos desse mundo,seremos lembrados através da saudade que alguns sentirão...felicitações,amei! Rosa

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde amigo. Que possamos transformar essa nostalgia na canção que só nos fez chorar. ..

    ResponderExcluir
  12. Custodio de Carvalho30 de outubro de 2016 14:05

    Valeu Carlos essa sua poesia é de um senhor conteúdo!!

    ResponderExcluir
  13. Interessante...gostei destas formas de ser lembrado na ausência eterna!

    ResponderExcluir
  14. Margarida Barral/Portugal12 de setembro de 2017 07:47

    Lindo de morrer!
    Um abraço do Além-Mar

    ResponderExcluir