sábado, 13 de setembro de 2014

O SILÊNCIO FALA


O silêncio fala:
Insensibilidade
Ingratidão
Mágoa
Interesses inconfessáveis
(Não estou delirando,
nem louco)
Estou falando com meu silêncio!
(ouvindo e conhecendo a verdade da vida)!

13 comentários:

  1. Respostas
    1. O comentário foi removido porque percebi um pequeno erro de digitação.Grata pela compreensão.Silvia Araújo Motta.

      Excluir
  2. {O SILÊNCIO FALA} - [A REALIDADE SENTIDA]
    -
    Dueto-intertexto-recantista
    Por Carlos da Costa{...} e---
    Silvia Araújo Motta[...]---
    -///-
    1-{ O silêncio fala }---
    1.1[ quando a língua exala ]---
    2-{ Insensibilidade}---
    2.1[ Instabilidade ]---
    3-{ Ingratidão }---
    3.1[ Decepção ]---
    4-{ Mágoa }---
    4.1[ suspiro ressoa ]---
    5-{ Interesses inconfessáveis }---
    5.1[ desejos inimagináveis]---
    6-(Não estou delirando)---
    6.1[ nem estou sonhando]---
    7-(nem louco)---
    7.1[ nem um pouco... ]---
    8-{ Estou falando do meu silêncio!}---
    8.1[ Dialogando pela consciência ]---
    9-(ouvindo e conhecendo)---
    9.1[ afirmando e escrevendo ]---
    10-( a verdade da vida)---
    10.1[ a realidade sentida. ]---
    -///-
    Belo Horizonte, 13 de setembro de 2014

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao,entir muito bem.Para mim é muita informaçao de uma vez so.Meu silencio,tem alguns notivos,dessa lista,mais sentir o silencio,dentro dalma nao escontrei na lista.Digito em alemao e nao vou muldar,devido meu trabalho.

      Excluir
  3. Silvia Araujo Motta13 de setembro de 2014 19:41


    {O SILÊNCIO FALA} - [A REALIDADE SENTIDA] - Dueto-intertexto-recantista Por Carlos da Costa{...} e--- Silvia Araújo Motta[...]--- -///- 1-{ O silêncio fala }--- 1.1[ quando a língua exala ]--- 2-{ Insensibilidade}--- 2.1[ Instabilidade ]--- 3-{ Ingratidão }--- 3.1[ Decepção ]--- 4-{ Mágoa }--- 4.1[ suspiro ressoa ]--- 5-{ Interesses inconfessáveis }--- 5.1[ desejos inimagináveis]--- 6-(Não estou delirando)--- 6.1[ nem estou sonhando]--- 7-(nem louco)--- 7.1[ nem um pouco... ]--- 8-{ Estou falando do meu silêncio!}--- 8.1[ Dialogando pela consciência ]--- 9-(ouvindo e conhecendo)--- 9.1[ afirmando e escrevendo ]--- 10-( a verdade da vida)--- 10.1[ a realidade sentida. ]--- -///- Belo Horizonte, 13 de setembro de 2014 -//-

    ResponderExcluir

  4. Muito bom nos poemas, caro poeta: parabéns! O meu abraço,,

    ResponderExcluir
  5. Oi Carlos.
    A gente as vezes precisa quebrar o silêncio a fim de garantir o nosso direito a ele.

    ResponderExcluir
  6. Gostei... quando se consegue dizer coisas complexas com um texto singelo. Eu ia estender o comentário, mas não quis perturbar o seu silência :) - Big

    ResponderExcluir
  7. O silêncio vale mais que muitas palavras, sem significar aquiescência. Seu poema protesta em silêncio, em poucas palavras, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Para o caso da vizinha, você deve acionar a administradora do condomínio ou o síndico e convocar assembleia extra para colocar ordem no conjunto. A norma deve ser cumprida por todos. No caso atual, a moradora deverá receber notificação administrativa e se reincidir, judicial.

    ResponderExcluir
  9. Dalva Agne Lynch (Escritora)16 de setembro de 2014 18:37



    amei o poema!

    ResponderExcluir
  10. Lindo demais.Abraços de além-Mar

    ResponderExcluir
  11. O silencio
    Faz um ruido tao,garande,
    que
    doi e muito.
    so quem tem esse,poder de escutar
    o silencio
    sabe o significado
    do silencio

    ResponderExcluir