quarta-feira, 25 de março de 2015

LEMBRANÇAS...!


No peito, bate-me lembranças de minha mocidade.
Viajando para Manacapuru!
Do hotel, 
da gemada
da balsa,
da cachaça na estrada,
do ônibus velho,
da batucada 
do vômito,
da pista de barro, 
(aberta pelo ex-governador  e filho da terra
Henock da Silva Reis)
dos Opala e Maverick,
do fusca que capotei no Buraco da Vovó
Das professoras Rosa Eduarci Marinho, 
Júlia Cunha e Silva.
e Alice Fabrício da Silva.

Ah, saudade!
Foram encontros e desencontros da minha juventude!

Lembranças e saudades do cantor amazonense Abílio Farias
no porto da balsa reclamando e matando carapanãs
da deputada federal constituinte Sadie Hauache
De sua família, Magida, Selma, Abdul...
Do indiozinho que abria a programação da TV Ajuricaba,
Das músicas, dos seriados, 
Zorro, Rim tintim, AS nos Esportes e do Titio Barbosa

Lembranças vão e vem como ondas ou 
lampejos de um tempo que não retornará!

De mim,  restarão  os ossos 
para contar minha história!

Ah, lembranças que povoam meu peito 
e me deixam com saudades dos tempos
que não se repetem e como ondas, balançam, apenas!

14 comentários:

  1. Luiz Castro/deputado25 de março de 2015 18:21

    Carlos, @ saudade se torna uma dimensão muito presente de nossas vidas à medida em que envelhecemos...

    ResponderExcluir
  2. Keyla Maria Oliveira25 de março de 2015 18:28

    Linda, amigo, nos faz ter boas lembranças de um tempo em que as o tempo era mais alto e largo, demoraaava a passar... vou postar esse comentário no seu blog!

    ResponderExcluir
  3. As lembranças boas, nos fazem bem. As vezes me pego fazendo isso.

    ResponderExcluir
  4. Saudosismo faz parte de estar vivo, observando e transmitindo, para essa juventude, para saberem o inicio, e a continuação.

    ResponderExcluir
  5. Carlos Costa, as lembrancas passam mas recordar é viver, sentir e imaginar passa um filme na memória, as vezes reclamamos será se magoei, poxa não aproveitei os momentos, pois naquela época havia o respeito, o amor sincero, mas nos dias atuais não se leva nada a sério.
    Sinto saudades desta época de tudo e de todos .

    ResponderExcluir
  6. Isto é bom,,recordar.,boa noite.

    ResponderExcluir
  7. Academia vIrtual de Letras (formas e gestos poéticos)26 de março de 2015 04:16

    Ah, lembranças que povoam meu peito
    e me deixam com saudades dos tempos
    que não se repetem e como ondas, balançam, apenas!

    Jornalismo Carlos Costa: LEMBRANÇAS...!
    CARLOSCOSTAJORNALISMO.BLOGSPOT.IN|DE CARLOS COSTA
    Obrigado,Carlos Costa!Gostei muito!Abraço.

    ResponderExcluir
  8. É sempre um prazer ler os seus textos, são simples, mais de uma riqueza singular.

    ResponderExcluir
  9. Só lembranças...

    ResponderExcluir
  10. Francisco Bezerra/empresário26 de março de 2015 11:17

    CARLOS,
    Lendo seus escritos (crônicas e poesias) observo como viver é bom,
    Lembranças são recordações de momentos de nossas vidas, a historia seguramente vai registrar nossas ações feitas neste plano, por esta razão sempre procura: FAZER O BEM MESMO QUE NÃO SAIBA A QUEM, tenho absoluta certeza que nosso bom DEUS nos ajudar a fazer ainda mais, tudo isso é missão que trazemos em nossas vidas a ser cumprida, a partida deste plano é um processo natural para os seres humanos, nascemos com data de validade, mas enquanto aqui estivermos vamos FAZER O BEM sem pensar no future que a DEUS pertence.
    Aquele Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Paulo Rego/escritor26 de março de 2015 12:24

    Seu texto, amigo, pelo que tem de particularidades incomuns, prende o leitor para quem, como eu, tudo é novidade.
    Um gde abç

    ResponderExcluir
  12. Encontros e desencontros da minha juventude também!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns mais uma vez Carlos,

    Sua sensibilidade nos transporta a paisagens perdidas de sua vida e de sua bela Amazonia. Grande abraço
    João Batista

    ResponderExcluir