quinta-feira, 2 de março de 2017

O “CANTO DAS TRÊS RAÇAS”



O “Canto das três raças” -  negro, índio e do português-  música composta pelo genial letrista  e esposo, Paulo César Pinheiro e gravada pela cantora  Clara Nunes  continua atual , mesmo tendo sido composta há várias décadas. As três raças unidas não são ouvidas em seu “soluçar de dor “ ecoando em  protestos pelas ruas  nos quatro cantos do Brasil; alguns  pacíficos; outros, nem  tanto. Décadas depois, o “canto das três raças” ,  continua sendo ignorada, por todos, porque não passa só de um lamento triste que continuará ecoando desde que o índio “guerreiro foi pro cativeiro e de lá cantou”.   O lamento   ecoa  por todos os  cantos do Brasil, como se fosse apenas uma coisa inútil. O povo brasileiro está vivendo e se no quilombo da corrupção governamental.  De nada adiantou a luta dos inconfidentes e a quebra das correntes.  Ninguém escutou.  O Brasil da corrupção continua  seguindo seu curso normal, entre a guerra de presos que aprisionam os livres.  É uma guerra declarada contra a população brasileira que vive indefesa e em uma paz utópica, subjugada pelos condenados nas cadeias que  mandam e desmandam no Estado de Bem Estar Social e impondo as regras  e dando ordens de quem deve viver ou morrer, mesmo de dentro das prisões, através de ordens que surgem de aparelhos celulares que funcionam melhor nas cadeias do que fora delas. Isso é incrível!. E “todo o povo dessa terra/quando pode cantar/canta de dor” contra a corrupção, o não reajuste da tabela do Imposto de Renda, cobrança dos impostos sobre  alimentos em cascata em toda a cadeia produtiva até ao consumidor final.

Não seria mais justa e democrática uma reforma fiscal, política e tributária diminuindo os impostos e cobrando-os  como  um imposto único sobre todas as transações bancárias que envolvessem qualquer tipo de negócio ? Continuar cobrando impostos  caríssimos principalmente sobre os salários, principalmente, como se fosse sobre renda, é o mesmo que transformar “o canto do trabalhador , que devia ser um canto de alegria”, mas “soa como em um soluçar de dor” apenas, como escreveu há muito tempo a compositora e cantora Clara Nunes.  Quem tem muito dinheiro não paga imposto porque sempre alega que teve prejuízo e dá um jeito de burlar o fisco.

No meio de toda a enganação praticada pelo Governo do PMDB, que diante das seguidas denúncias de corrupção do empreiteiro Marcelo Odebrecht,  dono da Construtora  Odebrecht, disse que doou 150 milhões à chapa de reeleição de Dilma/Temer,  depois de um jantar de “negócios”.  Temer ainda era o vice-presidente da república de Dilma Rousseff. Se ela soube ou não desse “jantar de negócios”, é discutível. Também confirmou doações de 15 milhões campanhas para o PSDB, acertado com Sérgio Neves para os candidatos do partido, tudo acertado com o operador financeiro de Aércio Neves, Eduardo Campos e Marina Silva, mas sem dizer se era oriundo de Caixa 1 ou 2. Também confirmou que foi em troca de “Medidas Provisórias”, no  Governo Lula. Todos os envolvidos negam tudo. Mas  segundo previsões , o presidente Michel Temer não passará de abril comandando o Brasil. Complicando mais os interesses do Governo, foi aprovada a instalação de CPI para apurar o déficit alegado pelo Governo, que quer mudar as regras de aposentadoria. Com muita ênfase, circula em redes sociais uma  lista com os nomes das principais empresas que mais devem á Previdência Social, contendo  bilhões de reais que o Governo deixou de arrecadar de  salários descontados dos trabalhadores e não recolhidos, configurando um crime de apropriação indébita!  Só as 6 primeiras empresas da lista, como as massas falidas da VARIG, VASP, TRANSBRASIL, BANCESA e a ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL LUTERANA DO BRASIL devem juntas mais de 9 bilhões de reais. Também devem à previdência, as empresas Marfrig Global Foods S/A, instituto Candango de Solidariedade, o Instituto Presbiteriano Makenzie. A lista, porém, contem diversas outras empresas devedoras do Brasil, incluindo a Eucatur, que opera  ônibus em Manaus, com mais 480 milhões de reais, retidas dos trabalhadores e não recolhidos à Previdência,. Ela alega e propaga que  está deficitária e precisa ser

E assim, caminha o Brasil de Michel Temer e seus auxiliares. 
.

3 comentários:

  1. Valdemir Caldas Santana2 de março de 2017 11:03

    Meu amigo esse povo estão sempre inventando alguma coisa

    ResponderExcluir
  2. Não sou adepto de nenhum deputado ou político,mas que tem pilantra o com a bíblia em baixo do sovaco tem mesmo, se aproveitando da humildade das pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Você falou um monte de verdades, principalmente em falar da belíssima composição de Paulo Cesar Pinheiro, na época, marido da fantástica Clara Nunes. Vou fazer apenas um reparo quando você diz Brasil esta anandandoEu discordo, acho que estamos parados.

    ResponderExcluir