sexta-feira, 22 de julho de 2016

WHATS X JUSTIÇA! (ATÉ QUANDO?)


“Bloquear o celular é fácil...quero ver bloquear o sinal do celular nos presídios”.  

Esse irônico protesto contra o bloqueio do whatsapp, recebi e postei no facebook depois quando a rede social teve o bloqueio imposto pela juíza Daniela Barbosa Assunção de Souza, da 2ª Vara da Comarca de Duque de Caxias, derrubada pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Levanwoski, dizendo: “não se revela plausível que um magistrado, para atender a uma situação específica, prejudique milhões de usuários que dependem do WhatsApp para se comunicar”. Diante disso, achei pertinente à crítica. Até quando e quantas vezes mais  o bloqueio do whatsapp  será  determinado e derrubado pela  justiça?.

Logo depois que a rede social foi liberada por decisão do Ministro, recebi outra críticas irônicas,  uma delas dizendo que “com a interrupção do whatsapp, mãe tinha encontrado sua própria filha dentro de casa”,  Essa crítica é verdadeira. As redes sociais uniram o mundo e separaram as famílias. Contudo, a mais critica que recebi foi sobre a existência real a permanência e uso de aparelhos celulares dentro dos presídios.  Os detentos usam celulares  de forma livre e impunemente.  Até hoje, passados vários anos depois do anúncio da implantação de bloqueadores de celulares no entorno das prisões não se chegou a uma definição concreta sobre sua implantação. Dizer, anunciar, propagar é muito fácil. Implantar, cumprir o que foi prometido não é tão fácil. Como exemplo, cito o anunciou do   Plano Nacional de Banda Larga de alta velocidade a um preço de R$ 39,90 por mês, nunca passou de promessa à realidade.

Até o ex-vice-presidente falecido José Alencar, do Governo de Luiz Inácio Lula da Silva, quase ia se deixando cair em um falso telefonema  de dentro de um presídios, dizendo que a filha dele estaria sequestrada. Mas conseguiu falar com a filha e denunciou o golpe, prometendo mais uma vez que lutaria para implantar bloqueador de celular para inibir esse tipo de golpe que já fez vítima em todo o Brasil.

Desde abril que o facebook, proprietário da rede social whatsapp, passou a pitoctografar todas as mensagens que circulam pela rede - O pictograma surgiu em forma de letras embaralhadas. O primeiro sistema de representação pictórica internacional foi desenvolvido pelo movimento “ISTYPE”, em 1920, iniciado por Otto Neuwath, em Viena, através de desenhos. Depois, foi usado em 1964 por Nosaru Katsumi, para as olimpíadas de Tóquio. Mais tarde, em 1972, o designer alemão Off Alcher criou pictonogramas para Olimpíadas da Alemanha e em 1976, o “American of  Graphic Arts” criou um departamento de transporte nos Estados Unidos, para sinalização e se tornou padrão, desde então para tudo - Entretanto, a Justiça insiste em bloquear totalmente o funcionamento  do whats, alegando descumprimento de solicitações judiciais em casos investigações de quadrilhas que também usam a rede de comunicação para troca de mensagem e encomenda de drogas.   O pictograma é uma forma de letras embaralhadas que só podem ser lidas pelo destinatário da mensagem. Não podem ser rasteadas por ninguém. O que precisa é existir um limite para a ação da Justiça e um marco regulatório para que o whats, não seja novamente bloqueado.

Tecnologia para esse bloqueio restrito de celulares e redes sociais nos presídios já existe sem prejudicar o sinal dos moradores do entorno dos presídios, motivo alegado para não terem sido implantados até hoje. A falta de cumprimento da promessa de bloqueio de celulares nos presídios, sem prejudicar outros usuários, nunca ocorreu.

É um absurdo e já chega ao cúmulo do descaso com todos os brasileiros!


6 comentários:

  1. concordo em numero, gênero e grau

    ResponderExcluir
  2. É...Até quando?

    ResponderExcluir
  3. Pérola Maria Bensabath Oiye22 de julho de 2016 14:44

    Sim, até quando? Ou até nunca?

    ResponderExcluir
  4. Parabens realmente linda

    ResponderExcluir
  5. Marilene Aboaxe Dantas23 de julho de 2016 13:03

    EPARABÉNS CARLOS COSTA!!!AMEIIIII A CRÔNICA.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns caro amigo pela crônica tão importante sobre o momento atual e sobre a necessidade da comunicação com segurança . Precisamos que as autoridades realmente coloquem em ação o que já possui e assim dar qualidade de serviços para a população e elas próprias. Parabéns!

    ResponderExcluir