segunda-feira, 3 de outubro de 2016

EM QUESTÃO DE POLÍTICA... (para Adelson Santos) *(https://www.youtube.com/watch?v=YzcX6OpiAlM)



Ao contrário do que canta o amazonense Adelson Santos, em seu excelente LP “Não Mate a Mata”, de 1989,  afirmando que em “questão de Solimões, o fundamental é saber que o Negro não se mistura  com o Amarelo”, em questão de política, nunca será muito fácil entender a vontade dos eleitores: tudo se mistura, se complementa, se funde e se corrompe no final, voltando às práticas antigas dos substituídos. Não houve candidatos perdedores na disputa: só a democracia venceu!

Manaus terá segundo turno entre os candidatos Artur Neto, atual prefeito e o ex-deputado estadual Marcelo Ramos. Desesperados, muitos candidatos em todo o Brasil descumpriram a legislação eleitoral e derramaram santinhos em frente aos locais de votação, ao ponto de uma eleitora ter derrapado em cima deles e dito que estavam emporcalhando a cidade e, em Itumbiara, Goiás, o prefeito que concorria à reeleição foi assassinado, o vice-governador e secretário de segurança baleado. Todos eles, desfilavam  em campanha eleitoral, em um carro aberto, dando um péssimo exemplo ao povo, descumprindo o Código de Trânsito Brasileiro. Quando o motorista que dirigia o veículo foi atingido de raspão e freou bruscamente a pick-up, várias caíram de dentro de sua carroceria e, como se fosse um voto de revolta contra o assassinato do prefeito José Gomes da Rocha, (PTB) de 58 anos, os eleitores elegeram com 36.143 votos, o seu o seu substituto Zé Antônio (PTB). Vá entender...!

Em questão de política, é difícil mesmo entender as lógicas do processo eleitoral, sem muita lógica e com muitos interesses envolvidos, sejam de grupos, coligações ou de doadores de campanha. Muitos candidatos receberam até doações de recebedores de Bolsa Família e até alguns mortos contribuíram com dinheiro para a campanha. Eles, porem, podem ter sido usados como laranjas para esconder quais seriam os verdadeiros doadores, principalmente os mortos. Como pode uma pessoa morta enviar dinheiro do céu ou no inferno para candidatos, se lá não existem bancos? Em questão de política, é difícil entender essas coisas estranhas...

No município Amazonense de Coari, terra do petróleo, com o prefeito Adail Pinheiro  preso há mais de um ano por crime de pedofilia e a Câmara Municipal nunca julgando definitivamente seu processo de impeachment, Adail Filho, o “Adalizinho”, consanguíneo diretos e a chapa com sua irmã impugnada pela Justiça Eleitoral, recebeu 21296 votos.  Nesse caso, porém, muita briga ainda vai ocorrer na Justiça Eleitoral, com a judicialização do pleito. É muito estranho e difícil de entender o que pensam os eleitores do município, cujo povo permanece vivendo quase na miséria, com a péssima distribuição dos recursos advindos da Petrobras! Na disputa para cargos de vereadores Câmara Municipal de Manaus, não houve perdedores ou vencedores. Perder ou ganhar é inerente à qualquer disputa eleitoral. O que define ganhar ou perder é da decisão de concorrer a alguma coisa na vida. Jamais dará empate. Em Manaus, contudo, continuarão disputando a preferência dos eleitores dois candidatos apoiados, um pelo ex-ministro das Minas e Energias, Eduardo Braga e outro, pelo povo que quer mudanças éticas, morais e nas práticas políticas na condução dos destinos da cidade.  No final, tudo será a mesma coisa e aparecerão todos com novas promessas para governar a cidade. Se forem resolvidos pelo menos dois gargalos históricos da cidade, o ridículo porto de Manaus, do século XVIII e a Estação Rodoviária, do século XX, já terão pelo menos feito alguma coisa... Que vença o melhor dos piores!


Em questão de política é sempre muito difícil entender a vontade dos eleitores, que se iguala a muitos políticos pelas práticas diárias nem sempre muito éticas e morais em seu conjunto e atitudes! Boa sorte aos dois candidatos. Desejo a todos de todas as cidades do Brasil que reelegeram seus prefeitos ou que os escolherão em segundo turno, como em Manaus, que governem bem suas cidades, respeitando e ouvindo o povo em suas principais demandas, afinal esse é o objetivo primordial da democracia!

7 comentários:

  1. Lucia Claudia dos Santos3 de outubro de 2016 11:41

    Com certeza ! Não é fácil entender o resultado das urnas Mas uma coisa eu acredito isso demonstra falta de informação e educação do nosso povo que Mas viva a democracia

    ResponderExcluir
  2. Realmente meu amigo.

    ResponderExcluir
  3. Concordo tudo com vc
    Faço das suas palavras a minha.

    ResponderExcluir
  4. Palmas pela lucidez de sua analise

    ResponderExcluir
  5. Ynu(Rosa D Saron )4 de outubro de 2016 07:26

    Bom dia caro poeta Carlos...Estamos nas mãos de governantes que prometem e não cumprem,no entanto cabe a nós escolher um...como seria bom se existe políticos comprometido com a população para promoverem pelo menos o básico,como:Segurança,saúde e educação.Felicitações por sua crônica e obrigada por sua gentil visita!

    ResponderExcluir
  6. O povo não sabe nada de história, de luta, dos mártires que se sacrificaram para que pudéssemos ter o direito de escolher nossos representantes. Infelizmente, esta é a realidade.

    ResponderExcluir
  7. "Em questão de Solimões......é fundamental saber que o Negro não se mistura com o Amarelo......" (Adélson Santos)

    ResponderExcluir