quarta-feira, 6 de abril de 2016

CUIDADO COM OS FALSOS LÍDERES!

Falsos “líderes” surgem quase que do nada e se transformam em líderes! Surgem geralmente oriundos da classe média e se apresentam como “salvadores da pátria” liderando movimentos que o povo insatisfeito iniciou, mesmo que usado só “como massa de manobra” ou “bucha de canhão”, Na crise política em que vive o Brasil há mais de 8 meses, um general da reserva fez circular pelas redes sociais, uma pergunta fácil de responder: “Que Democracia é Essa?”  e  um deputado federal, oriundo também das fileiras do Exército Brasileiro, se lançando como moralistas e moralizadores. Um faz seguidores. O outro, sempre aparece com a mesma mensagem e pergunta fácil de responder: “é a democracia é a que os governos militares não permitiram que os brasileiros vivessem”.. Historicamente, em todos os momentos graves na história politica do Brasil e do mundo “falsos líderes” sempre apareceram e se apresentaram como “salvadores da pátria”, mas se omitem nos momentos mais sérios dos embates. Esses “pesados” líderes comandarão os movimentos e se apresentarão para continuar “lutando em nome da sociedade”.

O mesmo ocorreu  durante as Revoluções Industrial, Francesa, Americana e na divisão do mundo pós-guerra nos blocos comunista e capitalista, liderados, respectivamente, pela antiga União Soviética e os Estados Unidos, que se transforara depois no “xerife do mundo” democrático. Internamente, porém, os Estados Unidos, enfrentara problemas, vivera crises, mas o povo sempre as enfrentara com o orgulho de se dizer americano, ostentando como prova de patriotismo, na frente de suas casas uma bandeira de seu país tremulando ao vento,  e ninguém as rouba, Durante crises históricas surgiram líderes que fizeram história pelo nacionalismo na Alemanha, com Adolfo Hitler, com a ideia fixa de construção da raça pura ariana. Na Itália, também em crise, surgiu como “salvador da pátria”, Benito Mussolini, que também defendia o nacionalismo; mas, não, uma raça em particular. No Brasil de hoje, quem tem coragem de colocar uma bandeira do Brasil na frente de sua casa, espontaneamente? Ninguém!

 

A Revolução Industrial mudou as relações comerciais do mundo, fez surgir várias novas profissões e mudou as relações humanas também. Ela teve início na Inglaterra graças à pilhagem de navios carregados de ouro e prata vindos da Espanha por  corsários que ostentavam bandeiras de piradas, mas estavam à “serviço de sua majestade”. Durante as várias etapas da Revolução Francesa, a partir da “Queda da Bastilha”, vários líderes surgiram e todos foram guilhotinados pela máquina inventada pelo médico francês Joseph-Ignace  Guilotin que também foi vítima de sua invenção.. Na Rússia, Vladimir Lênin (1917-1924), ou Vladímir Ilitch Ulianov foi um dos principais líderes da Revolução de 1917. Depois de derrubar a dinastia dos czares russos, Lenin passou a distribuir terras a camponeses e transferiu aos operários o controle das indústrias. O Exército vermelho reprimiu as várias forças de oposição e garantiu a criação,, da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), reunindo os territórios que pertenciam ao Império Russo sob o regime comunista, em 1922.. Depois, outros líderes v como Josef Stalin (1924-1953), Nikita Khrushchov (1953-1964), Leonid Brejnev (1964-1982) e Mikhail Gorbachev (1985-1991), surgiram como Secretários Gerais do Partido Comunista Russo. Mihhail Gorgachev foi  ultimo secretário geral do Partido Comunista Russo. Ele conduziu e contribuiu para o fim da “Guerra Fria”, que  existia entre os Estados Unidos e a Rússia. Gorbachev desenvolveu um projeto de transparência política e a reestruturação econômica do país e recebeu o prêmio Nobel da Paz, em 1990. Sofreu um golpe e chegou a ser deposto, renunciando ao cargo  no dia  25 de dezembro daquele ano.



Recentemente, na Venezuela, o governo do presidente Hugo Chavez acabou com a economia petrolífera país, que existia na “ciuidad” de Maracaibo e em diversas outras “ciudads” também, praticando o populismo exagerado e iludindo o povo com o “bolivarianismo” e  com programas que não se desenvolveram, mas atrasavam e acabaram o pouco que já não tinha no país, que pouco produz e tudo importa. Nas várias crises que o Brasil já viveu, diversos líderes também surgiram. Na história passada,  movimentos sociais foram transformados em movimentos políticos e combatidos por ordem do “marechal de ferro” Floriano Peixoto, vice-presidente  do marechal Deodoro da Fonseca. Quem executou a maioria  das ordens foi o general Luiz Alves de Lima e Silva, o  “Duque de Caxias”, hoje patrono do Exército brasileiro, principalmente no início da República.

 

No Brasil está dividido em castas e classes,  O MST em audiência governamental sob aplausos, anunciou que invadirá fazenda de políticos que votarem a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, como se essa fosse uma solução democrática para resolver os problemas do Brasil!

 

 

 



12 comentários:

  1. J Estanislau Filho6 de abril de 2016 16:17

    Cuidado com Aécio Neves, Macri, Fernando Henrique, Eduardo Cunha. Já o Mujica é joia. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Pacífico e Pensativo6 de abril de 2016 16:19

    Bandeira do brasil para o povo só representa mesmo o futebol. Nosso políticos não nos dá nenhuma inspiração.

    ResponderExcluir
  3. Sua crônica, muito bem elaborada, mostra o momento delicado que estamos passando! Os nervos estão a flor da pele. Muitos se apresentam como salvadores da pátria. Perigo a vista! Tua crônica ficou perfeita. Parabéns pelo lúcido artigo.....

    ResponderExcluir
  4. Verdade a Bandeira do Brasil, só nos jogos do Brasil. Ninguém coloca uma Bandeira do Brasil, ao contrário tem gente de Bandeira vermelha por aí, parece até outro país. Quanto aos líderes nada contra desde que sejam pessoas de boa índole, q tá difícil no nosso país, essa q é a verdade.

    ResponderExcluir
  5. Verdade a Bandeira do Brasil, só nos jogos do Brasil. Ninguém coloca uma Bandeira do Brasil, ao contrário tem gente de Bandeira vermelha por aí, parece até outro país. Quanto aos líderes nada contra desde que sejam pessoas de boa índole, q tá difícil no nosso país, essa q é a verdade.

    ResponderExcluir
  6. Dhiogo Penssador6 de abril de 2016 16:49

    Unidos podemos fazer a diferença!

    ResponderExcluir
  7. Em Apocalipse 17.13, se fala que nos finais dis tempos, aparecerão muitos falsos lideres.
    Sabemos que as palavras de Deus estão se cumprindo, e não é surpresa essa decisão urgente de tirar a Dilma para então aparecer o 'salvador' da Pátria.
    Muito perigoso esse momento para nosso Pais, todos odiando a Dilma, o PT, estao esquecendo que quem assumirá é um lider do Partido que mais em toda historia politica mais roubou o Brasil, amparado por todos.
    Esses caras sao tão perigosos que qualquwr gesto que fizerem, irão para o altar.
    Imaginem por umcurto tempo, que seja, eles assumindo, baixem o preço da gasolina, por exemplo.
    Impossível? Quem paga as contas é o povo.

    ResponderExcluir
  8. Francisco Vasconcelos7 de abril de 2016 15:02

    Bravos, amigo. Um oportuno relembrar da História.

    ResponderExcluir
  9. Luiz Castro/Deputado Estadual7 de abril de 2016 20:21

    Muito oportuno, seu alerta sobre esses falaciosos defensores da ditadura

    ResponderExcluir
  10. Antonio Correia/Jirnalists7 de abril de 2016 20:33

    Está ótimo Carlos Costa, mas nossos problemas são bem mais complexos que esses exemplos históricos. Mas nos dá uma direção a seguir. ..

    ResponderExcluir
  11. Maria Huschi/Siica7 de abril de 2016 20:39

    Paraben Carlos Costa.

    ResponderExcluir