terça-feira, 25 de julho de 2017

DÉFICITS e AUMENTOS!



Quem acumula déficits seguidos, não pode liberar as Emendas Parlamentares Impositivas só para se manter no poder como faz o presidente Michel Temer. Existem outras formas e maneiras para “zerar” o alegado déficits: cortar despesas, como qualquer administrador sério teria o compromisso de fazer.


A criação do PLANO DE DEMISSÃO VOLUNTÁRIA pelo Governo Federal, contraria e contrasta com a liberação das Emendas Parlamentares Impositivas empenhadas aos políticos para "comprar" o mandato presidencial em plenário, para Michel Temer.

O valor das Demissões Voluntárias se todos os servidores públicos pedirem demissão, não equivalerá a 1% do rombo orçamentário. Nunca "na história desse pais" se gastou tanto com tão poucos: os políticos com suas Emendas Parlamentares Impositivas". O governo mais cedo ou mais tarde seria obrigado a atendê-las! Mas o momento, não foi o mais apropriado, infelizmente!  

Dá para cortar e equilibrar o orçamento do Governo Federal sem precisar culpar quem nào tem culpa de nada: os trabalhadores e os combustíveis! 

Se reduzirem os gastos nos outros poderes, se os parlamentares federais quiserem, poderão aprovar uma EMENDA PARLAMENTAR e reduzir as verbas de seus gabinetes a que recebem atualmente. É imoral manter essas verbas em momento econômico tão delicado como vive o país!

A culpa do déficit é sempre tributada à inocente Previdência Social, mas não é! O orçamento da Previdência Social, está na Assistência Social, que faz parte da LOAS – LEI ORGÂNICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, como foi provado em CPI, pelo senador Paulo Paim (PT)! A LOAS é que precisa mudar! E não a Previdência ser reformada, com o aumento da idade limite de apos. Ela não é a vilã do enredo!
    
Mas o Governo Federal poderá conseguir aprovar a Reforma da Previdência Social, mesmo não sendo culpada de nada!


Reduzindo as verbas gabinetes parlamentares, as aposentadorias milionárias a que recebem os juízes e desembargadores e outras “gorduras” mais, isso poderá causar um efeito cascata e atingirá a todas as outras casas legislativas nos Estados porque quando aumentam o imposto todos pagam; quando reduz, poucos percebem na ponta!

Um comentário:

  1. JOÃO BATISTA FILHO (MG)26 de julho de 2017 13:35

    s nossos governantes perderam a noção da dignidade, da ética, da responsabilidade e da moralidade. Chegaram a um ponto tão bgaixo que para eles passou a valer qualquer coisa para se sustentarem no poder. O Brasil nunca teve sua imoralidade politica tão exposta como agora. Por isto a nossa proxima meta deverá ser RENOVAÇÃO TOTAL do nosso parlamento . Vamos ter coragem para apostar em nomes novos, temos a obruigação moral de fazer isto, tentar dar um novo alento nas nossas esperanças. estes que estão aí no poder já mostraram para que vieram, não dá mais para apostar neles. Vamos renovar geral...

    ResponderExcluir