quinta-feira, 27 de julho de 2017

LULA, CULPADO OU INOCENTE? !


As últimas declarações em redes sociais do ex-presidente da República, contra a sentença de Sérgio Moro que o condenou no caso do Tríplex do Guarujá, no Edifício Solares, declarando-se um perseguido político e, mais recentemente, se declarando negro, não fica bem para um ex-presidente que se diz inocente. Tudo isso é um direito legítimo do “yus sperniendi” de todo o condenado quebra vislumbra um (Fumus boni iuris) ou uma “fumaça do bom direito em instância superior. Contudo, o ex-presidente por dois mandatos seguidos, Luiz Inácio Lula da Silva, tem que provar que não existiu ocultação de patrimônio em nome de "amigos porque o juiz federal, usando robustas provas já o condenou! O ex-presidente deveria provar a inocência na Justiça Federal da 4 Região, no Rio Grande foi Sul e não ficar fazendo comícios e insuflando ainda mais a população carente de valores éticos, morais e de cidadania.

Cabe ao ex-presidente recorrer da sentença em liberdade e não fazer, mas está fazendo discursos em cima de carro de som  de Sindicalista Malárico no ABC, com o apoio das Centrais Sindicais, principalmente da CUT, que recebeu muitos cargos de comando durante no mandato do Governo PT, principalmente no Ministério do Trabalho. O ex-presidente deveria era provar sua inocência na Justiça Federal da 4 Região, no Rio Lula Grande foi Sul.

Em sentença primorosa, o juiz federal destruiu uma a uma todos os argumentos da defesa e, com isso juiz Sérgio Moro já provou que Lula é culpado por ocultação de patrimônio em nome "de amigos", principalmente no caso do Tríplex de Guarujá, que permanece como propriedade da OAS. Lula, ainda se comporta como se ainda fosse presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista e não um ex-presidente da República. ´


Ele já teve negado seu recurso contra o bloqueio na Justiça Federal da 4ª Região Federal de Porto Alegre, que bloqueou de bens em milhões de reais em contas bancarias e previdências privadas, determinada pelo juiz Sérgio Moro, para onde recorreu o mais "honesto presidente" da história recente do Brasil, como se declarava e continua se declarando em comícios em cima de carro de som, não fugindo de suas origens de sindicalista, ainda bem!

5 comentários:

  1. Rapaz, esse negócio de Lula, não sei porque só falam nele. O que tem de corrupto tão ou pior que ele, ninguém persegue. Olha o nosso estado como está. morreram várias pessoas que faziam hemodiálise por causa da corrupção.

    ResponderExcluir
  2. João Batista de Freitas/MG27 de julho de 2017 17:40

    Pois é Carlos, o problema é que nem nos militares podemos confiar mais, eles acabam sendo seduzidos pelas benesses que os nossos governantes lhes oferecem e acabam ficando ao lado deles também. Neste cenário do alto poder, não espero mais nada... infelizmente

    ResponderExcluir
  3. fumaça do bom direito Mais valeria dizer que ele muito bom e sempre faz direito a tática das "cortinas de fumaça" que eles e os asseclas que o acompanham sempre costumam recorrer para tentar despistar e tirar do foco das suas trapaças. Pode ter certeza que aos poucos a máscara dele vai caindoe até quem ainda reluta em aceitar sua canalhice , um dia vai ver quanto tempo perderam seguindo suas "pregações" ......

    ResponderExcluir
  4. Neste nosso Lindo País acontecem coisas que até deus duvida!.
    Não sei mais o que dizer... *Este, já não tem mais limites...
    Estou cansando de lutar contra o mal, ...cansando contra minha vontade!
    Está demais!
    Tenha uma linda tarde!
    Abraços fraternos...

    ResponderExcluir
  5. Carlos, concordo com você em muitos pontos, mas robustas provas me parece que ainda não apareceram, pode ser que agora com o bloqueio das contas de previdência e bens materiais ele precise mexer no dinheiro escondido para pagar os advogados e outras despesas, pode









    ser então que venhamos saber onde está enterrado o tesouro em dinheiro vivo, pois o sítio e outros prováveis esconderijos devem estar sendo monitorados, assim como seus filhos e laranjas. sds.

    ResponderExcluir