segunda-feira, 22 de maio de 2017

“ANÕES DO ORÇAMENTO” X JBS!





Anões do Orçamento foi o como ficou um conhecido grupo de congressistas brasileiros, comandados pelo deputado federal João Alves que no final dos anos 80  e início dos anos 90 se envolveram em fraudes com recursos do Orçamento da União até serem descobertos e investigados,  perante uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de grande repercussão. A denominação de "anões" deveu-se ao fato de que os principais envolvidos no caso eram deputados sem grande repercussão nacional, ou seja, "anões de poder", E viva a Republica, segundo informa, tornaram-se meros. Se tivesse ocorrido hoje, com o escândalo denunciado pelo grupo JBS envolvendo inclusive o presidente da República Michel Temer, todos os envolvidos poderiam ser chamados de “abestados” ´pelo palhaço “Tirica”, como se apresenta  o cidadão e hoje deputado federal Everardo Maciel.  

  
Os "ANÕES DO ORÇAMENTO" se reelegiam sempre usando emendas orçamentarias União para auferir benefícios de reeleição nos anos 80 e início de 90. Contudo, se tivesse ocorrido hoje, com as denúncias de Marcelo Odebrecht, controlador do grupo   ODEBRECHET, preso e condenado em Curitiba e agora a, nova denúncia espontânea dos irmãos Batista, controladores do Grupo JBS, (que deve 1,8 biliões à Previdência Social), envolvendo compra de silencio,  ganhariam de goleada! Diante das bombásticas relações ios “Anões do Orçamento” passaram à condição de “ meros “abestados”l

Como declarou o presidente da Comissão de Orçamento da Câmara, deputado João Alves para explicar sua riqueza no auge do Escândalo que não tinha se culpa  nascera abençoado e já ter ganho sozinho mais de 10 vezes na Loteria Esportiva época, também não tenho culpa de o Grupo JBS dever 1,8 bilhões de dever sozinho à Previdência Social, ficar alimentando políticos com propinas milionárias e não recolher o que deve, embora tenha recebido muitos recursos públicos do BNDES.

Ah, se o diretor decide contar resolve contar tudo o que sabe!

 

 



3 comentários:

  1. Luiz Castro - deputado estadual22 de maio de 2017 17:05

    Vc está certo.. Ainda há muita coisa oculta

    ResponderExcluir
  2. Sargento Pm Conceiçao22 de maio de 2017 17:43

    Ótima

    ResponderExcluir
  3. Verdade. Muita coisa oculta.Edevemos ficar atentos para que venha logo a tona.

    ResponderExcluir