quarta-feira, 10 de maio de 2017

LABIRINTOS, GOZAÇÕES DE IRONIAS



«O poeta é um fingidor. Finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente”.  (“LABITINTO”,  DE FERNANDO PESSOA)


Parafraseando o poeta português Fernando Pessoa:
Afirmo que o brasileiro é um povo irônico e gozador:


(Consegue ionizar e gozar a dor que ele próprio sente!

6 comentários:

  1. Eu me sinto um gozador

    ResponderExcluir
  2. Maria Hirschi/Suiça10 de maio de 2017 10:43

    Acho que o brasileiro tem, garra. E, um povo q aceita os politicos

    ResponderExcluir
  3. Heloisa Nilo Nascimento10 de maio de 2017 17:10

    que isso ai

    ResponderExcluir
  4. É o jeitinho poético de ser do brasileiro de bom senso, essa mistura de samba, carnaval e poesia... e por aí vai...

    ResponderExcluir