quinta-feira, 25 de maio de 2017

USO DE CELULAR NA CADEIA! (um problema quase impossível de ser percebido)




Com mais de 200 deputados federais, um presidente e vários ministros do Governo Temer investigados por envolvimento na "Operação Lava Jato" os parlamentares insistem em manter a agenda de votação das reformas da Previdência Social, mas sem instalar a CPI do senador Paulo Paim (que tenho a impressão que foi só uma "orelha de freira" (todos sabem que existe, mas ninguém vê)) ou receber o que lhe é devido em vários bilhões de reais, uso de celular na Prisão de Segurança Máxima para comandar integrantes de sua facção criminosa-familiar  por Fernando da Costa o Fernadinho "Beira -Mar" na Prisão de Segurança Máxima  (por pura de instalação de instalação  bloqueadores de aparelhos de controle para detectar e barrar essa entrada) passa ser um problema quase secundário, mas nem por isso menos importante, diante da turbulência política que assolou a capital da república!
É possível se continuar com a  aprovação de algumas reformas, não todas como pretendem os deputados federais! Das que dá para realizar, uma delas é a da Consolidação das Leis do Trabalho, a envelhecida CLT, que uma lei de Getúlio Vargas, dos anos 30. Naquela época, todo o conflito social era decidido em Delegacia de Polícia, Multo ultrapassada e necessária à classe trabalhadora.  

Não lhes suprime direitos fundamentais a não ser a famigerada contribuição de um dia de trabalho para Sindicatos que nem sempre lhes representam como deveriam.
Contudo, com a baixa do ministro da Casa Civil,  Gedel Vieira Lima ficará difícil.  E, ainda, com os ministros e Elizeu Padilha e Moreira Franco, prestes a deixá-lo também e com um indicado por Temer para tratar dos assuntos da JBS o deputado federal Rocha Loiros filmado fotografado com autorização da Justiça recebendo uma mala com 500 milhões de reais e os acionistas minoritários da JBS processando a empresa, o presidente investigado está prestes a deixar o Governo, com baixa popularidade e quase sem apoio político.

Os ex-governadores JOSE ROBERTO ARRUDA (DEM) E AGUINELO QUEIROZ (PT), o senador Aécio Neves ex-candidato à presidêncja da Republica afastado de sua função no Senado e da presidência do PSDB, um ex-vice-governador de Brasília também preso por envolvimento em desvios na construção do Estádio “Mané Garricha” e, ainda, com assessor do presidente Michel Temer Tadeu Filipelli, preso também, o Governo Temer está se tornando cada vez mais insustentável.


Diante de tudo isso, só quero sabei quando a JBS quitada sua dívida de 1,8 biliões de reais com a Previdência Social.

4 comentários:

  1. Luiz Castro - deputado estadual25 de maio de 2017 15:04

    Perfeita sua análise dos fatos atuais.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, a sua crônica faz todo sentido! Infelizmente, a corrupção está espalhada, inclusive, dentro dos presídios! O país está um caos! Cada enxadada uma minhoca! Está difícil salvar alguém. Parabéns pela belíssima e pertinente crônica. Convido-a à ler em minha página o meu artigo com o título! "Sodoma e Gomorra sobre o Planalto e a Planície"....

    ResponderExcluir
  3. Se a propina corre solta nos mais altos escalões da política, que dizer do sistema prisional, onde os bandidos têm muito mais dinheiro que os agentes carcerários..

    ResponderExcluir