sábado, 4 de junho de 2016

NÃO ABANDONE SEUS SONHOS... (SEJA FELIZ!)


                                                        (a todos os leitores)

Não abandone sonhados pelo caminho e seja feliz!

Alguém pode encontrá-los, realiza-los por você, sem lhe dar qualquer crédito.  Seja sempre você mesmo para ser feliz e conseguir realizar a felicidade dos que também lhe rodeiam e dependem de sua felicidade. Seja simples, humilde e sempre sincero. Mas a vida lhe cobrará um preço por isso. Estou pagando meu preço! Às vezes choro e sofro calado, mas resisto e vou em frente, rompendo o silêncio e desabafando em meus escritos. Sinto dores, mas estou acostumado a senti-las nos últimos anos!

Você sempre receberá pedradas durante sua jornada pelo caminho da sinceridade honestidade, honra e caráter. Junte-as uma a uma, lave as que vierem sujas e contaminadas por rancores, vícios ou ódios e construa um castelo.  Enclausure-se dentro, tranque e jogue a chave fora para poder viver e ser feliz em seu próprio mundo interior, em silêncio, sozinho, fazendo felizes as pessoas que dependem de você. Sendo feliz, conseguirá fazer feliz aos outros . Se ficar infeliz, trará a infelicidade a todos também.

A felicidade é fruto de uma construção demorada e constante: não abandone sonhos, não deixe nada para depois, não adie decisões, não reprima  sentimentos e não se deixe abater por nada.  A vida não é fácil; mas é possível! A honestidade não é uma obrigação, mas se tornará um vício necessário. Esse vício carrego comigo com orgulho. Mas confesso que, por sincero demais e dizer tudo o que penso e da forma que quero, perdi “amigos”, ganhei  outros de verdade e continuarei minha jornada. Ser honesto e humildade não são tarefas fáceis. Aprende-se, mas paga-se um preço elevado por sê-lo.

Não faça planos para o amanhã.  Poderá não existir o “amanhã” para realiza-los.  Não use a palavra NUNCA.  Você pode tropeçar e, cair nela e talvez não tenha ninguém que o levante para continuar no caminho idealizado, sonhado e, quem sabe, abandonado pela estrada longa ou curta da vida. Também não cuspa para cima: ele pode voltar e cair em seu rosto. Não feche todas as portas ao deixa-las por alguma razão. Talvez, um dia, você precise abri-las de novo em seu retorno.  Encontra-as fechadas terá que procurar outras que estejam abertas.  Poderá  não encontrar nenhuma e pedir ajuda de ninguém. O desespero pode lhe alcançar, mas não pode  derrota-lo. Senti desespero, angústia e passo por necessidades materiais, mas não abandono meu sonho de honestidade porque aprendi a ser assim. Esse é meu maior vício e eu assumo que sou viciado em honestidade e sinceridade!

A vida é uma ida e vinda sem fim, como uma a onda de um rio que vai e volta. Algumas vezes a onda avança com velocidade e destrói tudo que encontra pelo caminho. Outras são mais tranquilas, apenas levando e cicatrizando as feridas surgidas pelas pedradas que lhe atiram durante a sua estrada da vida. A vida  com honestidade, honra e tranquilidade nunca foi e nem será fácil para ninguém.

Ser  independente para poder  falar, escrever e externar opiniões sempre de forma independente e transparente, sem tendências ou tendenciosidades, sem desfraldar bandeiras partidárias e sem qualquer envolvimento com quem quer que seja nunca será fácil, mas será sempre possível.

Não honestamente é fácil viver assim, mas é possível e necessário. Muitas vezes, terá que deixar seu orgulho para trás e pedir ajuda. Não será humilhação para ninguém se admitir isso.  


A felicidade estará lhe esperando em qualquer esquina e, mais cedo ou mais tarde, você a encontrará!

16 comentários:

  1. Olynda Aparecida Bressam Ramos4 de junho de 2016 15:30

    Belo texto amigo

    ResponderExcluir
  2. Luiz Celso S. Oliveira4 de junho de 2016 16:19

    Muito bom

    ResponderExcluir
  3. Amizade não nasce de um dia pro outro, é dia apos dia q cresce a confiança a afinidade e a pureza ...
    Deus da os familiares e o destino escolhe nossos amgos, mas dessa vez o destino não me deu amgos me deu irmãos....... uma boa noite de sábado a todos do grupo e familiares... ass...

    ResponderExcluir
  4. Sra. Azangerolame4 de junho de 2016 17:02

    amei esse texto...eu compartilho..

    ResponderExcluir
  5. Muitas verdades nessa ronca!

    ResponderExcluir
  6. Edna Campos Eliseos4 de junho de 2016 19:35

    Eu creio! Palavras sábias.

    ResponderExcluir
  7. Silvana Brandão4 de junho de 2016 20:33

    Ser feliz é tudo...faz a felicidade dos outros ao seu redor..

    ResponderExcluir
  8. Cláudio Portela/Escritor/Fortalrza5 de junho de 2016 05:38

    Excelente Carlos

    ResponderExcluir
  9. Filosoficamente perfeito. Deu para fazer pensar e refletir em tida sua extensão lieral, Carlos!

    ResponderExcluir
  10. Ótimo texto Carlos Costa

    ResponderExcluir
  11. Luiz Castro/Deputado Estadual5 de junho de 2016 06:15

    escritor e guerreiro da verdade e da Justiça.
    Abraço fraterno

    ResponderExcluir
  12. Achei esse texto irretocável! Perfeito

    "O valioso tempo dos maduros’, de Mário de Andrade:

    “Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.
    Tenho muito mais passado do que futuro.

    Sinto-me como aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
    As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo
    que faltam poucas, rói o caroço.

    Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
    Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
    Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

    Já não tenho tempo para conversas intermináveis,
    para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

    Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.

    Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.
    As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.

    Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.

    Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
    O essencial faz a vida valer a pena.
    E para mim, basta o essencial!"

    Mário de Andrade




    Bom dia!!!

    ResponderExcluir
  13. A realidade da vida!
    Aluísio!

    ResponderExcluir
  14. EU TIVE SONHOS MAS CONSEGUI CREONCRETIZA-LOS.

    SONHEI SER UMA BAILARINA.
    AOS 4 ANINHOS EU BAILAVA COMO UMA BAILARINA CLASSICA.
    EU VIA NOS TEATRINHOS PRA CRIANÇA.E APRENDI.
    MAS Ñ FOI POSSIVEL POIS MEU PAI Ñ TINHA CONDIÇÕES FINANCEIRAS PRA ME COLOCAR PRA ESTUDAR BALÉ.
    [SONHEI TOCAR PIANO DE CAUDA.MAS Ñ.PUDE ESTUDAR POR CONDIÇÕES FINANCEIRAS.
    [SONHEI SER UMA PINTORA DE TELAS.
    PELO MESMO MOTIVO Ñ CONCLUI MEU SONHO.
    NA ÉPOCA EU TINHA SEDE DE PINTAR.
    PINTAVA O IMAGINARIO E O QUE VIA TAMBÉM.
    PINTEI NA PAREDE DO MEU BANHEIRO.
    UM HOMEM EM UMA CANOA.CÉU.AGUA.NUVENS.ARVORES.
    E UMA PARTE DE BARRO COM MATOS ARVORES E FLORZINHAS.
    PINTEI EM 1976.
    ATÉ HOJE ESTÁ LÁ.
    [CONQUISTEI OUTROS SONHOS MAS ESSES NÃO

    ResponderExcluir
  15. A vida é uma ida e vinda sem fim, como u"ma a onda de um rio que vai e volta. Algumas vezes a onda avança com velocidade e destrói tudo que encontra pelo caminho. Outras são mais tranquilas, apenas levando e cicatrizando as feridas surgidas pelas pedradas que lhe atiram durante a sua estrada da vida. A vida com honestidade, honra e tranquilidade nunca foi e nem será fácil para ninguém.

    Ser independente para poder falar, escrever e externar opiniões sempre de forma independente e transparente, sem tendências ou tendenciosidades, sem desfraldar bandeiras partidárias e sem qualquer envolvimento com quem quer que seja nunca será fácil, mas será sempre possível.

    Carlos Costa"

    ResponderExcluir