terça-feira, 7 de junho de 2016

QUEM FOR PODRE QUE SE QUEBRE!


Observo nos noticiários de TV que está se tornando uma mania nacional se tentar desqualificar delações e transformar denunciantes em réus, pelo simples prazer de fazê-lo, mesmo com gravações de conversas comprometedoras, envolvendo membros da cúpula do PSDB e PMDB.  Ocorreu também no caso da moça estuprada por várias pessoas no RJ, mas um novo vídeo encontrado e recuperado no celular de quem a filmara e talvez tenha distribuído a intimidade dela em redes sociais, desmentiu a farsa.  Ficou confirmada a versão do estupro coletivo. Na esfera política, o novo ministro da Casa Civil Elizeu Padilha, disse que o Governo Michel Temer está ficando constrangido com novas denúncias contra seus ministros.  O Ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves pode cair a qualquer momento e Fátima Pelaes, socióloga eleita pelo PMDB, que seria empossada como Secretária das Mulheres, ficará no limbo, aguardando o desfecho das acusações que pesam contra ela para ser empossada ou não!.

Enquanto isso, o Procurador Geral da União, Janot, entrou com pedido de prisão no STJ contra os senadores José Sarney, Romero Jucá e do presidente do Senado, Renan Rodrigo Calheiros que representam a cúpula do PMDB porque todos estariam atrapalhando as investigações da Lava Jato. Eles foram denunciados em uma gravação realizada pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.  Ficaram assustados com o pedido de prisão feita por Rodrigo Janot e tentaram desqualificar o autor da gravação, dizendo que teria sido uma conversa informal.. Na outra ponta, na Câmara Federal, talvez a Comissão de Ética da Casa, já sem ética e sem moral para apurar e julgar ninguém, deve se reunir para tomar uma decisão sobre o processo que tramita há mais de cinco meses contra o presidente da Câmara Federal afastado por decisão do STJ, Eduardo Cunha,

As investigações da operação  “A Lava-Jato”,  comandadas  pelo juiz federal do Paraná, Sérgio Moro. Contudo, deixou de pertencer a um partido  no comando do país e passou a ser do Brasil. Existem projetos de lei  tramitando nas duas casas políticas do Brasil, com o objetivo de proibir que réus presos delatem quem ainda está solto. O país, porém, despertou para a grande roubalheira que existia nos cofres públicos de diversas empresas, principalmente o conluio envolvendo empreiteiras e a Petrobras. As novas delações premiada e os pedidos de prisão preventiva fizeram com que os “ratos do dinheiro público”, corressem como loucos envenenados da sala verde  à vermelha do Senado e um passou a gravar o outro, como fazia o  falecido índio e deputado federal Constituinte Juruna, dizendo que confiava em “homens brancos”.  Todos eles passaram negar que conheciam  o denunciante, teriam sido gravados sem autorização,  traíra  suas confiança, as conversas teriam sido informais e principalmente, de que não  teriam qualquer relação com Sérgio Machado, além da estritamente profissional  ou de que teriam recebido qualquer recurso proveniente do “esquema” admitido e comandado,  como uma espécie de compensação ao apoio político que lhe davam permanecer nos cargos por QI – Quem Indica. Enquanto a Lava Jato vai lavando o Brasil, o advogado  Antônio Castro Almeida Castro, o Kakay,  que defende acusados na Lava Jato, inclusive o presidente do Senado Renan Calheiros diz que a decretação de prisões preventivas está assustando a todos os políticos corruptos;  os honestos,  nada temem!


Mas quem for podre que se quebre e seja preso! .O Brasil não aguenta mais tanta corrupção com dinheiro público!

6 comentários:

  1. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TA DE BRINCADEIRA!!!

    ResponderExcluir
  2. Adilson Rezende Tinoco7 de junho de 2016 12:23

    Situação nojenta, cambada de bandidos

    ResponderExcluir
  3. Cada dia novas descobertas
    Parece q não teremos um fim nessa novela

    ResponderExcluir
  4. Índio do Brasil D'Urso Jacob7 de junho de 2016 13:31

    Valeu paabéns

    ResponderExcluir
  5. Luiz Castro/Deputado Estadual7 de junho de 2016 20:06

    Novas eleições!

    ResponderExcluir
  6. Guimarães Cardoso8 de junho de 2016 10:47

    esse é o nosso Brasil...triste

    ResponderExcluir