sábado, 8 de abril de 2017

GOVERNO ATROPELARÁ A CPI DA PREVIDÊNCIA!


Mesmo com as 42 assinaturas necessárias à abertura da CPI proposta pelo senador Paulo Paim (PT/RS) para investigar caixa preta das contas previdenciárias, o ex-ministro da pasta e atual presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB/RN), não vê a menor necessidade de explicar porque a Previdência Social deixou de arrecadar trilhões de reais de empresas devedores como grupo JBS(1,8 bilhões), CEF (549 milhões), Bradesco (465 milhões), Construtora Mendes Junior (393 milhões) e tantos outros grandes devedores, como as empresas Vale do Rio Doce (275 milhões), Viação Itapemirim (255 milhões), Lojas Americanas(165 milhões), Banco do Brasil (208 milhões), Ford do Brasil (141 milhões), Volkswagem (111 milhões). Mercedez Benz(111 milhões), OI (126 milhões) e as massas falidas do Banco Rural, Vasp, Varig, Transbrasil e tantas outras dívidas não recebidas? Com o recebimento dos valores atrasados, cobriria o rombo da Previdência Social e depois era só não deixar acumular novas e tantas dívidas.

Qual é a razão de decidirem transferir para o povo brasileiro a conta da má gestão previdenciária?  Por que será, presidente do Senado e ex-ministro da Previdência Social, está com tanta pressa em aprovar a reforma da previdência e quer transferir o rombo da Previdência aos aposentados, pensionistas, professores etc? Por que será que o Governo Federal cedeu um pouco, só para vê-la aprovada com mais facilidade pelos políticos, antes mesmo de ser instalada a CPI do senador Paulo Paim para  investigar todas as contas em aberto? Será que o medo seria por que provaria e  mostraria que a Previdência Social não está deficitária, mas deixaram-na ficar ao longo dos anos por pura incompetência governamental ao longo dos anos?

Por que não foram arrestados bens dos  maiores devedores  e nem das massas falidas, cujos aviões das empresas aéreas liquidadas apodreceram nos pátios dos aeroportos do Brasil! A CPI é necessária, mas o rolo compressor do Governo Federal triturará os direitos dos aposentados, mutilará a expectativa de quem irá se aposentar e sufocará professores, policiais e outras categorias diferenciadas e estressantes. Senhor ex-ministro, Garibaldi Alves Silva, porque vossa excelência não exerceu o direito legítimo de a Previdência receber o que lhe era devido como gestor público, acionando a procuradoria do órgão para ingressar na Justiça contra os devedores. Não teria sido esse o caminho mais fácil, do que empurrar goela abaixo de todos os brasileiros uma reforma da Previdência desnecessária e sem sentido, só para ficar de bem com o Governo Federal?  Vossa excelência sabe ou deveria saber que todas as empresas que descontam salário dos trabalhadores e não os repassam à previdência social  cometem um crime de apropriação indébita e poderiam ter bens das empresas arrestados e penhorados para pagar o que é devido. e até de seus proprietários pessoas físicas, o que lhe era devido. Por que isso não foi feito, senhor ex-ministro?,  Agora, quase na marra, o povo brasileiro,  corre o risco ver aprovada a reforma da previdência, sepultando de uma vez por todas a CPI do senador Paulo Paim, as 42 assinaturas que não servirão para mais nada. A sociedade brasileira está apática e de braços cruzados, votando mais de 112 milhões de vezes para eliminar um BBB e  só com menos de 2 milhões de assinaturas contra a Reforma da Previdência Social e a favor da instalação imediata da CPI da Previdência Social, que o atual presidente do senado e ex-ministro da pasta considera-a desnecessária.


A previdência social não é deficitária e nem tem orçamento com déficit. Ela apenas não cumpriu seu dever e agora os trabalhadores e aposentados pagarão de novo pela incompetência administrativa de quem teria a obrigação de cobrar e receber.

6 comentários:

  1. Será que nesse governo não existem profissionais especializados em cálculos atuariais para mostrar, metematicamente, a tendência da previdência; mas tem que ser coisa séria, talvez, como uma auditoria independente voltada para a finalidade que se propõe a previdência.

    ResponderExcluir
  2. Dr. Simao Arao Pecher8 de abril de 2017 17:49

    Parabens pela oportuna cronica. Ninguem vai ganhar nada e o Brasil perdera porque sem receber o que lhe devem, continuara em degicit

    ResponderExcluir
  3. Não excetuo ninguém da obrigação tributária principal. EXECUTA e acabou.

    ResponderExcluir
  4. - Miguel Carqueija10 de abril de 2017 08:12

    Parabéns pelo seu artigo lúcido e preclaro. Essa questão da Previdência destruirá a pouca credibilidade do Presidente Temer. Eu sempre digo que o país é o povo e você não pode de fato melhorar a situação do país piorando a do povo. Isso de quererem que a gente engula essa reforma iníqua com o argumento de que se não se fizer isso não haverá mais dinheiro para pagar aposentados e pensionistas é mentira. É chantagem emocional. Não tem dinheiro para mensalão, petrolão, mordomias, obras faraônicas incompletas, copa do mundo, olimpíadas? E essa lebre do dinheiro não cobrado a todas essas instituições é importantíssima. Deus nos traga logo 2018 para que possamos eleger alguém que não seja nem do PT, nem do PMDB e nem do PSDB!

    ResponderExcluir
  5. A má gestão é em tudo que se refere a gestão pública. Dinheiro corre para o ralo feito água. Arrocho só para o povo. A cúpula faz de conta que põe freio na gastança. Ótima crônica.

    ResponderExcluir
  6. Acho que sei porque eles transferiram o rombo para o povo: porque o povo deixa. Engolimos tudo sem pestanejar. E agora, comeremos esse ovo, e ele ficará entalado na nossa garganta durante a Páscoa.

    Feliz Páscoa, assim mesmo.

    ResponderExcluir