sexta-feira, 7 de abril de 2017

O QUE VOCÊ FEZ POR VOCÊ, HOJE?



O que você já fez por você mesmo, hoje, pelo seu próprio mundo, vida própria, sem depender de comentários, cliques, curtidas e compartilhamentos em redes sociais? Essa pergunta aparentemente inocente, não a é. Também sou um dependente de redes sociais, por razões de trabalho. Contudo, não costumo compartilhar fotos, comentários ou curtir postagens sem qualquer qualidade e um mínimo de intelectualidade. Detesto uso de palavras “obscenas” e agressivas em  só pelo puro prazer de falar mal alguém ou por pura falta de recursos de linguagem ou  outros argumentos mais lógicos!

Sou seletivo e crítico e analiso muito bem o que faço para que todos vejam também. Porém, sempre que a recebo a quem me pede pelo facebook, escrevo sempre: “bem vindo ao blogcarloscostajornalismo. Conheça, compartilhe com seus contatos, baixe livros em e-book e comente se quiser outros trabalhos científicos, sociais, filosóficos e literários nele publicados”. Com esse meu pedido e a atenção das pessoas que recebo, o blog está sendo lido em mais de 80 países do mundo! Considero-me viciado sim, mas não compulsivo em redes sociais,

Conheço e convivo pessoas que não se desgrudam de redes sociais: curtem e compartilhem com outros qualquer tipo de postagem, mesmo de quem não conhecem, por puro capricho de fazê-lo, sem qualquer criticidade antecipada. Parecem viver mais em função de um mundo virtual paralelo do que em função delas próprias, do que sentem, pensam, se deixando envolver de tal maneira pela virtualidade e esquecendo que existe um mundo real que além do virtual, que deve ser vivido com e mais intensidade.  

Por isso, retorno à pergunta inicial de outra forma: qual seria seu mundo fora das redes sociais? Qual seria sua relação olho no olho, pele na pele, fora das redes sociais? O dependente da tecnologia virtual não consegue viver em seu próprio mundo e dependerá sempre do que as pessoas pensarão sobre ela, o que acharão de seu novo corte de cabelo, da tintura, da comida nova que fez, das unhas que pintou, da cor de seu esmalte, roupa, moda que esteja usando....enfim.  


Isso é dependência total da imagem que os outros fazem sobre você e se deixa de viver fora de seu próprio mundo interior, tornando-se cada vez mais dependente de rede social para divulgar ideias, trabalhos, opiniões, mesmo que não  mantenha coerência, qualidade e objetividade no que posta para que os outros compartilhem. O importante para o dependente virtual é o número de curtidas, compartilhamentos e outras coisas que a tornem importante, mesmo que por poucos instantes. Mas o que você já fez por você mesmo, hoje, sem depender de rede social e da opinião dos outros para se sentir aceita e for o que verdadeiramente você é? Se a resposta for nada, então, você vive em função dos outros e não de você própria e precisa repensar na sua vida além das redes sociais. 

9 comentários:

  1. Meu Caro Carlos; particularmente, eu gosto de ver o que os meus amigos têm de novidade e se anda tudo bem com todos elesr. engtetanto

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Shel Shel7 de abril de 2017 15:27

    Somos os construtores de um mundo melhor...Os escritores, os poetas, tem em seus louvores, o livro que enceta, uma jornada impregnada do amor..

    ResponderExcluir
  3. Coronel Sales Sales Sales7 de abril de 2017 15:32

    Meu amigo Carlos Costa quero aqui nesse espaço das liberdades individuais escritas,manifestar meu sinceros Parabéns pelo seu dia "dia do jornalista". A você minha gratidão pelo que você fez e continua fazendo pelo povo do Amazonas com sua publicações literárias. Deus lhe abençoe sempre. Ainda que esse dia seja dedicado a jornalistas e jornalista,pois existem os ovelhas negras da categoria da tal falada imprensa vendida.

    ResponderExcluir
  4. Eu não vivo de rede social

    ResponderExcluir
  5. Ana Paula Brandao8 de abril de 2017 05:36

    Muitas verdades...vou compartilhar

    ResponderExcluir
  6. Muito boa sua abordagem! Parabéns e palmas pela lucidez com que abordou essa verdade!

    ResponderExcluir
  7. Rosalva Maria Alba Reis11 de abril de 2017 10:09

    Bom dia amigo sinceramente ainda não fiz nada hoje porque acabei de acorda mas porém contudo já vou entrar em ação felicidades

    ResponderExcluir
  8. Não vivo totalmente no virtual, tanto é que custo abrir minhas redes sou ocupada com outras coisas. Uma vez ou outra posto alguma comida que faço, corte de cabelo, unhas, muita gente posta, não faz meu tipo. Mas enfim existe um mundo virtual e N podemos nos omitir disso. Hoje em dia as pessoas se comunicam por aqui, como vc diz que é lido em 80 países, ótimo, sem ficar dependente. Passo as vezes dias sem cel, qdo esqueço na casa de algum parente.
    Sei que existem muitos fanáticos, que só vive nesse mundo.
    Vc tem toda razão tem muitas pessoas dependentes, tanto jovens como adulto e idosos.
    Fica com Deus amigo. Boa nonoite

    ResponderExcluir
  9. Comprei pão, fiz café e li o jornal, foi demais

    ResponderExcluir