quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

AH! COMO QUERIA..


Só...
Dormir e acordar
(tomo remédios)
Ouvindo o canto
Dos pássaros na árvore
Pela janela da cozinha.
(Eles, prisioneiros, prisioneiros precisam cantar!).
Não; dormir e acordar
Com latido de cachorros do Mundi
Estuprando meus ouvidos
Mordendo meu coração
E violentando as lembranças
Do  Varre-Vento!


3 comentários:

  1. Ptof. SS/Rita Cortez/Bahia8 de dezembro de 2016 14:01

    Meus aplausos

    ResponderExcluir
  2. Melancólica, mas acima de tudo de muita intensidade poética! Muito bom! Parabéns...

    ResponderExcluir
  3. Palmas pela história "canina"

    ResponderExcluir