sexta-feira, 4 de março de 2011

ESTOU FICANDO VELHO, IDOSO OU CHATO?


               Não sei se estou ficando velho aos 51 anos ou estou ficando mais idoso e mais chato do que já era!
                Muitas coisas me aborrecem, mais não há coisa pior do que pratos sujos sobre a pia da cozinha, bárbaros erros gramaticais como “vende-se casas” ou faz-se “manicure e pedicure”, “aluga-se apartamentos”, invasão de sem terras em propriedades alheias, a passividade com o que o Governo Federal trata desses problemas.
                E ainda existe o repasse de verbas públicas para o MST. É o fim da picada ou o fim do poço sem fim?
                Detesto os “estatutos” que protegem excessivamente os negros como o da Igualdade Racial. Esse Estatuto simplesmente é discriminatório contra os negros, pois inversamente privilegia os brancos achando que os mesmos estão sendo discriminados!
               Enfim, na minha época de estudante não existia nada disso e todo o negro que fosse inteligente, competente e capaz chegaria a algum lugar. Hoje temos juízes e promotores de Justiça negros e até Joaquim Barbosa, negro,  provou sua competência e foi indicado ministro do STF pelos seus méritos e não devido seus lindos olhos castanhos que ele não os tem!
                A competência é a única coisa que estabelece um cidadão. Mas não tenho nada contra negros, vou logo avisando. Nem contra os movimentos que defendem os negros! Se o negro não for competente em sua profissão, não adianta cota racial, estatuto ou outra coisa do gênero porque o próprio mercado de trabalho vai excluí-lo, como exclui também profissionais  as outras raças e cores!
                Por tudo isso e outras coisas, acho que estou ficando velho e chato! Sinceramente não sei se estou ficando idoso velho ou simplesmente mais chato! Acho que é tudo isso em uma coisa só.
                Fico irritado com poucas coisas, causo constrangimento à esposa, ao filho adolescente, à enteada, que anda rebelde no alto dos seus 28 anos! Imagine! Formada em psicologia. Mas virou cantora de bares!
                É. Estou ficando velho, idoso ou mais chato?
                O tempo passou correndo por mim e eu nem o vi. Esperava que o tempo fosse menos implacável. Já escreveram que o tempo “não morre” e “nunca envelhece”, mas ele poderia ao  ser menos implacável! Ele não me perdoou. Pegou-me, jogou-me no chão, me pisou em cima e me transformou em suco, jogando o bagaço fora!
                Estou caminhando rumo à morte. Espero que quando ela chegar, que a minha a morte seja simples, natural, tranquila como sempre deve ser o passamento de um velho ultrapassado! Pirei! Assisto TV e fico indignado com as notícias que escuto, os programas que copiados de modelos americanos, - principalmente o BBB -  enfim. A única coisa que ainda me conforta é que posso escrever sobre isso e postar na rede mundial de computadores.
                Alguém já escreveu que o velho é uma ponte que liga o presente ao passado! Sendo isso verdade, não estou ficando velho, mas apenas uma pessoa com mais idade!
                Velho é o que dorme; novo é o que dorme e sonha com os colegas da escola, como será sua “primeira vez” os cinemas, o primeiro beijo, talvez roubado para nunca mais se esquecer!
                Velho não tem mais sonhos.  Deixa isso para os mais novos. Velho tem só esperanças no prolongamento de sua vida para vivê-la como fosse sempre o último segundo de sua vida. Novo é o que quer ficar velho logo para poder entrar em cinemas de 18 anos, só para se lembrar depois que ele, ainda novo, era feliz e não sabia!
                Já caminhei muito; trabalhei muito, mas vivi apenas o suficiente para perceber que meus valores já mudaram todos!
                Tenho que reagir. Não sou velho: estou apenas mudando de idade porque velho é quem fica dormindo...
                Deixei de fazer planos futuros; todos meus planos são para serem executados “ontem”!
                É. Definitivamente, não estou velho; só estou mudando de idade!
               

2 comentários:


  1. Para quem tem mais de 65 anos

    Ivone Boechat (autora)


    1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: “estou velho”. Velho é coisa enguiçada. Idade não é pretexto para ninguém ficar velho. Engane a você mesmo sobre a sua idade, porque os psicólogos dizem que se vive de acordo com a idade declarada!

    2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Mas você fica remoendo o passado... Não se importe com o julgamento dos outros. Só há dois times no Universo: o do Salvador e o do acusador. Neste último você sabe quem é goleiro. Continue no time do Salvador.

    3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!

    4 - Coma muito menos; durma o suficiente; não fique o dia inteiro, dormindo, dando desculpa de velhice. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica, nem baixinha; seja agradável!

    5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta. Não transforme poltrona em divã, ouvido em descarga.

    6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar. Aprenda a fazer uma síntese de tudo, a não ser que seus amigos peçam mais detalhes. Se alguém perguntar mais alguma coisa, seja breve.

    7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente. Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.

    8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo oito copos de água por dia e o sol da manhã é indispensável. O crime não compensa, mas o creme compensa!

    9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho... prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó ou vender todas as suas bugigangas, apurar um bom dinheiro e viajar?

    10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros ou no self-service (com os outros pagando); falar de boca cheia, ou palitar os dentes na mesa de refeições (insuportável).

    11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinho.

    12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer. Trabalhar traz muitas vantagens para a saúde mental, além do dinheiro extra para gastar, também com você.

    Leia o texto na íntegra:

    http://espacolivredoportal.blogspot.com.br/2012/06/para-quem-tem-mais-de-65-anos-ivone.html

    ResponderExcluir

  2. Para quem tem mais de 65 anos

    Ivone Boechat (autora)


    1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: “estou velho”. Velho é coisa enguiçada. Idade não é pretexto para ninguém ficar velho. Engane a você mesmo sobre a sua idade, porque os psicólogos dizem que se vive de acordo com a idade declarada!

    2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Mas você fica remoendo o passado... Não se importe com o julgamento dos outros. Só há dois times no Universo: o do Salvador e o do acusador. Neste último você sabe quem é goleiro. Continue no time do Salvador.

    3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!

    4 - Coma muito menos; durma o suficiente; não fique o dia inteiro, dormindo, dando desculpa de velhice. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica, nem baixinha; seja agradável!

    5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta. Não transforme poltrona em divã, ouvido em descarga.

    6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar. Aprenda a fazer uma síntese de tudo, a não ser que seus amigos peçam mais detalhes. Se alguém perguntar mais alguma coisa, seja breve.

    7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente. Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.

    8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo oito copos de água por dia e o sol da manhã é indispensável. O crime não compensa, mas o creme compensa!

    9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho... prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó ou vender todas as suas bugigangas, apurar um bom dinheiro e viajar?

    10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros ou no self-service (com os outros pagando); falar de boca cheia, ou palitar os dentes na mesa de refeições (insuportável).

    11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinho.

    12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer. Trabalhar traz muitas vantagens para a saúde mental, além do dinheiro extra para gastar, também com você.

    Leia o texto na íntegra:

    http://espacolivredoportal.blogspot.com.br/2012/06/para-quem-tem-mais-de-65-anos-ivone.html

    ResponderExcluir